https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Ato alimentar

 
Tags:  sexo    imaginação  
 
Teu corpo farto,servido prato
à minha boca, sedenta e rouca
abarcando sonhado insano ato
que desfraldo em delírio, louca.

Meu corpo extendido em espacato
tu rendido à minha língua, solta
meu seio à boca, geme em contralto
sinto ao alto tua molhada boca

Teu toque marca-me, ferro e fogo
com poéticos dedos estéticos
em excitante erótico, de letras, jogo

Em sons ecléticos, ritmos epiléticos
somos o sumo da vida, pão e sorgo
em apopléticos movimentos do corpo, todo!


Ana Lyra

 
Autor
anakosby
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1049
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
21 pontos
13
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 18/09/2010 23:42  Atualizado: 18/09/2010 23:42
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15132
 Re: Ato alimentar
Tive que me levantar para te aplaudir, minha poetisa. Soneto delicioso, bem confeccionado, com vocábulos raros ( tipo espacato) e de uma genialidade admirável. Felicidade é poder beber de ti, minha querida. Beijijinhos meus no teu coração!


Enviado por Tópico
antóniocasado
Publicado: 19/09/2010 00:02  Atualizado: 19/09/2010 00:02
Colaborador
Usuário desde: 29/11/2009
Localidade:
Mensagens: 1657
 Re: Ato alimentar
Ola

Sem dúvida um soneto raro em linguagem. Já não lia rimas eclécticos, epilépticos desde Vitorino Nemésio.
Um soneto de paixão e entrega do princípio ao fim.
Termina de uma forma que admira "movimentos do corpo (,) todo!". A aplicação da virgula é extremamente inteligente e funciona mais como um ponto de interrogação.
Lindo!

antóniocasado


Enviado por Tópico
GeMuniz
Publicado: 19/09/2010 00:16  Atualizado: 19/09/2010 00:16
Colaborador
Usuário desde: 11/08/2010
Localidade: Brasil
Mensagens: 7283
 Re: Ato alimentar
Rico, forte, primoroso Ana! Pouco a falar, muito a sentir e refletir!

beijos poeta!


Enviado por Tópico
Mariaa
Publicado: 19/09/2010 00:29  Atualizado: 19/09/2010 00:29
Colaborador
Usuário desde: 23/08/2009
Localidade: Braga
Mensagens: 2621
 Re: Ato alimentar
Um soneto feito a preceito
para um amor mais que perfeito
ao qual me reclino com respeito
e deixo um suspiro sair do peito!

N BEIJOS E MIL ABRAÇOS SIDERAIS
DA AMIGA AO DISPOR
Maria«*+*» «*+*»



Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/09/2010 01:04  Atualizado: 19/09/2010 01:04
 Re: Ato alimentar
Hoje o site está esbanjando sensualidade... que lindooo Ana, Adorei, parabéns poetisa.

Beijosss


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/09/2010 13:55  Atualizado: 19/09/2010 13:55
 Re: Ato alimentar
Ana, poeta querida! Esse ía deixar a Florbela com inveja!!! Tá lindo, amiga!!! Que soneto nervoso, Ana!
Esse amor/desejo louco te revira pelo avesso, faz transbordar dos teus poros os versos mais profundos!!! Amei!!!

Tô levando!!!

beijos amiga e um ótimo domingo!