https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

O Centro

 
Quero o nada
Se esse nada
For somente
A inusitada presença
De um fogo quente
A tomar-me o centro
De um tudo que te dou
E me tiro enquanto nada
Que me sou

Este calafrio na espinha
Este energético centro
Acoplado ao movimento
Que dás aos traços
Que se formam
Nas palmas das minhas mãos

Este calor suado
Na inerte madrugada
Combustão na demanda do prazer
Jeito inato
Nascente de um único ponto
Que me quer toda
Porque sim

Este degrau solto
Acrescento da minha alma em chamas
Corpo que se esfuma
No centro da noite
Que me tome por inteiro
Nas sombras de Deus
 
Autor
ÔNIX
Autor
 
Texto
Data
Leituras
537
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 07/01/2011 22:15  Atualizado: 07/01/2011 22:15
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5590
 Re: O Centro
Gosto tanto da sua poesia Dolores...
As vezes não tenho o alcance dela toda,( como a de hoje) mas faz bem ler e venho aqui lhe dizer!
Bj,
Edilson


Enviado por Tópico
luciusantonius
Publicado: 07/01/2011 22:40  Atualizado: 07/01/2011 22:40
Colaborador
Usuário desde: 01/09/2008
Localidade:
Mensagens: 670
 Re: O Centro
Mais ou menos explicito lê-se neste belo poema o rumorejar da vida desde o quase nada ao fogo em que se esfuma numa dadiva preciosa, que terá de ser de amor ao Ente que a criou. Como vale a pena lê-la sempre!

O nosso abraço
Antonius


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/01/2011 23:58  Atualizado: 07/01/2011 23:58
 Re: O Centro
Ola Dolores! Muito sensual mas bem subtil! Parabens e beijos meus!


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 09/01/2011 23:21  Atualizado: 09/01/2011 23:21
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11102
 Re: O Centro
Dolores,
Passas-me uma energia incrível. Adoro o que escreves.
Beijinhos
Nanda