https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

De igual para igual

 
De igual para igual tudo se completa. Como é fantástica a sombra, o reflexo, a virgem imaculada.
De igual para igual, tudo se organiza em prol de um objectivo comum. Como é evidente, a áurea que envolve as multidões em movimentos abertos, enfrentando os seus próprios medos.
De igual para igual, nem tudo é igualmente sereno. Como é desigual a volta que dão em torno de um pequeno astro, acabado de chegar à terra.
De igual para igual, nem sempre se pensa, nem sempre se sente, nem sempre se É o Todo.

Dolores Marques (ONIX)
 
Autor
ÔNIX
Autor
 
Texto
Data
Leituras
315
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
4
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/07/2018 07:00  Atualizado: 29/07/2018 07:00
 Re: De igual para igual para Dolores
todas as cenas que te trazem Dolores, nunca lhe serão iguais! afinal,
você e todas as suas letras:
são e permanecerão:
ÚNICAS!






e: sempre, assim!






Alex Moraes.


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 29/07/2018 10:42  Atualizado: 29/07/2018 10:42
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8228
 Re: De igual para igual
quase sempre quem critica faz exactamente o mesmo; se é bom ou desejável que vida se desenrole de igual para igual, por vezes faz falta que desiguais se enfrentem para que os diferentes se completem, evoluam; desigualdade não é o problema, é a falta de solidariedade, algo assim como amor.