https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Louco

 
Apelei.

Aos meus dedos vazios.
A tua pele.

Apelei.

Á minha inteligência sensual.
A tua sedução.

Apelei.

Ao meu mundo mortal e perverso.
Os teus devaneios.

Apelei.

Ao limite dos meus sentidos.
Descobrir teus mistérios.

É loucura inocente.
De um caminho sem fim.



José

 
Autor
Jose Braga
 
Texto
Data
Leituras
845
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 23/09/2007 13:12  Atualizado: 23/09/2007 13:12
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4038
 Re: Louco
Se isso é loucura... então é uma bela loucura.

Gostei muito!

Bjs

Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 23/09/2007 13:20  Atualizado: 23/09/2007 13:20
Administrador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3533
 Re: Louco
Com apelos assim..é loucura certamente!

gostei!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/09/2007 14:07  Atualizado: 23/09/2007 14:07
 Re: Louco p/ José Braga
Belo Poema, belo apelo.
Isabor.

Enviado por Tópico
Helena de Tróia
Publicado: 23/09/2007 14:39  Atualizado: 23/09/2007 14:39
Participativo
Usuário desde: 26/07/2007
Localidade: Funchal
Mensagens: 37
 Re: Louco
Apelar assim não é loucura é sensatez!

Bonito poema!

HT