https://www.poetris.com/
 
Dia da mãe : 

PARTO SEM DOR (A todas as mães órfãs de filhos)

 
Tags:  diana    meu doce amor  
 
Aquela mulher engravidou num dia de gelos, estuprada violentamente por dores que lhe cortaram o peito e a fecundaram de desesperanças. Sim, não foi no ventre que a criança se aninhou na espera... foi no seu peito, fazendo do seu coração útero e berço, fazendo das suas lágrimas fluido protector, fazendo da sua saudade âmnio seguro!
Aquela mulher é mãe ainda. Depois de sê-lo, antes de o ser... Um dia, o parto será encontro, união, esvoaçar de abraço. E o Dia da Mãe cumprir-se-á eterno...


Teresa Teixeira


 
Autor
Sterea
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1401
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
6
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
adelaidemonteiro
Publicado: 01/05/2011 13:02  Atualizado: 01/05/2011 13:02
Colaborador
Usuário desde: 01/01/2009
Localidade: miranda do douro/Sintra
Mensagens: 733
 Re: PARTO COM DOR (A todas as mães órfãs de filhos)
Até arrepia de tão lindo e tão sentido.
Obrigada por seres Stérea, Estrela, Mãe, Mulher...

Un beijo,

Adelaide


Enviado por Tópico
missmarple
Publicado: 03/05/2011 20:17  Atualizado: 03/05/2011 20:17
Muito Participativo
Usuário desde: 04/07/2010
Localidade:
Mensagens: 60
 Re: PARTO SEM DOR (A todas as mães órfãs de filhos)
De uma "beleza dorida" que rasga a carne e o "ser" de cada uma de nós Mulheres! Parabéns :(
Acredite, no entanto, que há mães que nunca o foram; Ego demasiado grande, coração demasiado pequeno para filhos e um marido que a adorava(m)...

Missmarple

Enviado por Tópico
rosa-branca
Publicado: 06/05/2011 01:23  Atualizado: 06/05/2011 01:29
Colaborador
Usuário desde: 24/05/2010
Localidade:
Mensagens: 739
 Re: PARTO SEM DOR (A todas as mães órfãs de filhos)
Querida amiga Teresa, já li e reli este teu poema não sei quantas vezes e cada vez que o leio dói-me sempre e cada vez mais. Dói-me em todos os sentidos.
Nenhuma mãe devia de chorar a morte de um filho. A minha dor é que sempre chorei a falta da minha mãe e tinha-a. Só nos víamos ás escondidas. Passei anos...muitos sem a ver...que vida ingrata amiga. Que ingrata é a mente humana. Deixo-te o meu carinho de sempre Beijos muitos.

Deixo-te rosas de tons quentes para te aquecer o sentir.

Open in new window
E deixo-te esta rosa branca para a tua princesa. Beijos
Open in new window


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 16/05/2011 00:31  Atualizado: 16/05/2011 00:31
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: PARTO SEM DOR (A todas as mães órfãs de filhos)
E o Dia da Mãe cumprir-se-á eterno... assim como sua poesia. bjs e obrigada