https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

BORDAS D'AMARGURA

 
Meus olhos verdejantes toldados a renda
Despontam entre largas redes de amargura
Brota-me do peito triste fenda
Impedindo que a água seja pura

Solto pontas de sangue ao rio
Negando atingir além da margem
Amarro em curtas cordas tod'o brio
Sacudo-me encarando qu'é miragem

Rascunho a tracejado um sorriso
Bordado neutro a escassa lã
Poiso na almofada onde deslizo
Com dor de pensar no relógio d'amanhã.

03.12.11

O meu blog em
http://sempapelecanetacomalmaecoracao.blogspot.com


Quem quiser adquirir o meu primeiro livro de poesia é só entrar em contato comigo por aqui ou por email: jeneves17@gmail.com ou ainda, através da Chiado Editora

Obrigada,

Jessica Neves *

:)

 
Autor
jessicaseventeen
 
Texto
Data
Leituras
954
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
7
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Danclads
Publicado: 12/12/2011 22:43  Atualizado: 12/12/2011 22:43
Da casa!
Usuário desde: 14/07/2011
Localidade:
Mensagens: 373
 Re: BORDAS D'AMARGURA
Lírico, sensível, leve e verdadeiro. Magnífico poema, um regozijo aos olhos do leitor ler algo assim, belo. Parabéns, poeta!!!

Enviado por Tópico
Felisbela
Publicado: 12/12/2011 22:48  Atualizado: 12/12/2011 22:48
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2011
Localidade:
Mensagens: 2207
 Re: BORDAS D'AMARGURA Para jessicaseventeen
Olá linda! Mas que bonitas estrofes! Adorei!!!!
Beijocas doces
Felisbela

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 12/12/2011 23:14  Atualizado: 12/12/2011 23:14
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: BORDAS D'AMARGURA
Vibraram as ideias e as palavras em ti, e as soltáste
com mestria.
Muito bom, gostei muito, meus olhos verdejantes
brilharam lembrando quando eram verdes...verdes.

Beijinhos jessica.

Enviado por Tópico
Mariaa
Publicado: 13/12/2011 00:40  Atualizado: 13/12/2011 00:40
Colaborador
Usuário desde: 23/08/2009
Localidade: Braga
Mensagens: 2621
 Re: BORDAS D'AMARGURA
Aqui estou meu anjo
com tantas saudades tuas
e para ti toco o banjo
e saem melodias nuas
e belas que te encantam
e dos teus olhos
as tristezas espantam
e as alegrias aos molhos
saem dentro do teu peito
a assim feliz me deito!

TE ADORO MUITO, MUITO
E QUERO VER A SORRIR
COMIGO NUM SONHO LINDO...

HMMMM QUE BOM TE ABRAÇAR
E TE SENTIR TÃO QUENTE
E NUMA ESTRELA DANÇAR
FELIZ A ALMA DA GENTE...

TE ACONCHEGO A ROUPA
E DOU UM BEIJO DE BOA-NOITE
E VOLTO PARA A MINHA CAMA!

E AMANHÃ O SOL NOS SORRIA
E NOS ALEGRE A COTOVIA!

E ABRAÇOS SIDERAIS
DA AMIGA AO INTEIRO DISPOR,
Maria«*+*» «*+*»

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 15/12/2011 01:13  Atualizado: 15/12/2011 01:13
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9285
 Re: BORDAS D'AMARGURA
Boa noite Jéssica, sua personagem ressente-se de suas agruras, mas as reconhecem como legitimas, e busca fontes renováveis, para nortear o seu intenso viver, meus parabéns pelo seu instigante poema, MJ.

Enviado por Tópico
Rosangela
Publicado: 17/12/2011 04:32  Atualizado: 17/12/2011 04:32
Colaborador
Usuário desde: 27/12/2010
Localidade:
Mensagens: 1383
 Re: BORDAS D'AMARGURA
FELIZ NATAL

Open in new window

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 19/12/2011 18:42  Atualizado: 19/12/2011 18:42
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12081
 Re: BORDAS D'AMARGURA
O olhar verdejante que alcança a boa inspiração num deslizar de nostálgia ao encontro do sentir.

Beijinhos