https://www.poetris.com/
 
Duetos : 

Grito de sensações

 
Dueto
Jessica Neves e Ana Coelho

Cai em meus olhos a noite
A luz do dia recolhe-me
Encosta-se a um corpo vazio
Com a marca dos teus lábios…

Areias soltas numa ventania
Com a maresia a estender poeiras
Nas pontes onde os pontos se separam,
Agitam-se as águas com marcas salgadas...

E o mar solta o teu nome a negrito
Num grito que me toca e destrói
Não sei mais se o vento sopra
Para fortalecer ou apagar o que já foi…

Esvaziam-se as folhas caídas
Em letras com nome, libertam as hesitações
Recaem no olhar as quimeras concretas
Onde a voz do poeta nunca se completa…

É nesta tortura misturada de sensações
Que me desdobro em passos lentos
Certezas só tenho esta: as emoções
Causam tantas vezes arrependimentos!

Quando o arrependimento faz compartimento
No cerne do coração, a alforria é a melhor comoção
Para trazer de novo a luz da noite ao dia
Na eterna companhia das aragens em confraria!





Ana Coelho
Os meus sonhos nunca dormem, sossegam somente por vagas horas quando as nuvens se encostam ao vento.
Os meus pensamentos são acasos que me chegam em relâmpagos, caem no papel em obediência à mente...

 
Autor
AnaCoelho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
658
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
4
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
jessicaseventeen
Publicado: 30/01/2013 19:49  Atualizado: 30/01/2013 19:52
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2011
Localidade: Coimbra, Portugal
Mensagens: 920
 Re: Grito de sensações
"(...)Eterna companhia"
Que gera poesia :)

Estas partilhas poéticas (já) fazem parte de nós!
Que seja SEMPRE assim!

Obrigada!

Um beijinho no coração,

Jessica *



Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 31/01/2013 02:07  Atualizado: 31/01/2013 02:07
 Re: Grito de sensações
Belíssimo o poema, o canto - das duas talentosas poetisas.

" E o mar solta o teu nome a negrito
Num grito que me toca e destrói
Não sei mais se o vento sopra
Para fortalecer ou apagar o que já foi… "


As emoções fortemente expressadas, nos versos mágicos que tão bem as representam, em belas e ternas imagens...

Meus parabéns , Jessica e Ana!

Bjs,

ALICE