https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Surrealistas : 

Como ela me amava

 


Tão suave e categórica,
soprava o cálamo,
no âmago de um tálamo,
pacífica e tão cândida.

Então, toda nua me amava,
entregava-se sem mágoas,
em prelúdios e êxtases,
cética e mística, sem pânico.


by Warmien


De arrebatada figura,
sou altivo, sou forte,
não carrego lutos e mágoas,
até um dia enganei a morte,
na sua faina de colher almas
e renasci.

 
Autor
Warmien
Autor
 
Texto
Data
Leituras
434
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 26/01/2012 09:37  Atualizado: 26/01/2012 09:37
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29256
 Re: Como ela me amava
ADORÁVEL POEMA, LINDO E SENSUAL, SIMPLESMENTE MARAVILHOSO, DEIXO MEU ABRAÇO.

MARTISNS