https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Samba no escuro.

 
A moça que vai passando aqui na rua, procura, revira, revive e embaralha história, colecionando incidentes que nem dela são. O curto segundo em que ela se olha na minha janela, damo-nos conta uma da outra. No reflexo dos olhos da moça, faz-se perceber os meus, e tenho agora o vidro refletindo a paisagem habitual, o nada, ou eu.
O mormaço define o humor das coisas. A vida reinventando-se ali fora e em mim. Ou talvez seja uma eterna repetição de algumas já esquecidas verdades. Porque, no fundo, a gente sempre sabe o que é real, por mais absurdo que possa parecer. Então eu tenho de ter coragem, porque o jogo está ficando mais perigoso a cada rodada, não há tempo para mesmos erros, mesmas frustações. Desolação aquela já conhecida, ainda que hajam muitas mudanças, as coisas que não evoluíram, e sim sofreram revés, ah, isso tudo atordoa, corta, descompassa a hora do anoitecer, ri friamente da minha fraqueza. Por que, nesse mundo, é tão difícil fazer com que aquilo se deseja, mais cria, mais se sente, seja fidedigno à nós, depois de tanta água rolada em vão? Das tantas lutas e buscas, indo cada vez mais fundo do beco negro, até quando? ATÉ QUANDO?
Então agora a menina bate na porta dos fundos, e com uma sensação de conforto, vou abrir, rever minha amiga. Nas nossas tão simples palavras, indagando, meio que muda, a ela (ou quem sabe a mim) onde está nossa felicidade?

 
Autor
ClarissaDias
 
Texto
Data
Leituras
999
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/03/2012 09:28  Atualizado: 14/03/2012 09:28
 Re: Samba no escuro.
Excelente prosa poética.

A felicidade é como um piscar de olhos...se desvela e se vela no instante, um jogo delicioso para quem sabe jogar...

Um abraço


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/03/2012 10:16  Atualizado: 14/03/2012 10:16
 Re: Samba no escuro.
mesmo pela porta dos fundos é preciso retocar a maquiagem para as palavras sairem bonitas pela boca. com a mesma beleza que guardada no coração para o precioso momento do encontro com a felicidade. foi o meu olhar...
beijo e aquele abraço bem caRIOca.
zésilveira


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 14/03/2012 10:29  Atualizado: 14/03/2012 10:29
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29955
 Re: Samba no escuro.
Estupendo esse seu poema, encanto


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 14/03/2012 19:36  Atualizado: 14/03/2012 19:36
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11191
 Re: Samba no escuro.
Clarissa,
Buscando a felicidade de dentro para fora. Bela prosa poética.
Beijinho
Nanda