https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Visões de um precipício inacabado

 

Uma pilha de livros ao lado da cama
devolve-me o grito anestesiado
de uma multidão de vozes estranguladas,
o clarão de uma angústia derradeira
que lambe o quarto saturado
incapaz de anunciar a manhã.
Ou será que é apenas um jogo?
O desleixo alucinado da imaginação
a tecer a caligrafia do medo
nos contornos irrespiráveis da insónia?

As palavras saem do interior dos livros
como uma réstia agonizante de luz
que o vento recolhe num bocejo soletrado
sem outro adjetivo que não seja
este frio colado ao céu da boca,
um desenho que vai perdendo a nitidez
com o avançar inútil da geada
sobre o andor lento dos equinócios,
esta estranha e enferma sensação
de que toda a dor é definitiva.

Ensaio um voo de reptil
na queda abrupta dos sentidos,
esvaído numa transpiração de silabas,
até que a escrita regrida
à visão de um precipício inacabado,
liberta da curva febril dos dedos
que a guiam num espelho baço,
e se dissolva numa ausência de sons
sobre a linha branca do silêncio
plantado entre duas estrofes.

Uma pilha de livros ao lado da cama
não faz de mim um poeta.


 
Autor
Runa
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1069
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
47 pontos
7
0
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Felisbela
Publicado: 29/06/2012 22:00  Atualizado: 29/06/2012 22:00
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2011
Localidade:
Mensagens: 2207
 Re: Visões de um precipício inacabado
Concordo que a pilha de livros ao lado da cama não faz o poeta...mas as inúmeras palavras que ficam impacientes para serem escritas...fazem qualquer coisa...nem que seja vontade de escrever!

E adorei o que aqui foi escrito!

Parabéns Runa!

Felisbela

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/06/2012 23:12  Atualizado: 29/06/2012 23:12
 Re: Visões de um precipício inacabado
És um dos melhores poetas do luso. Tudo o que escreves tem qualidade. Parabéns.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/06/2012 03:13  Atualizado: 30/06/2012 03:13
 Re: Visões de um precipício inacabado
Imaginação aliado com a insónia,não muito saudável poucas horas de sono, mas com a calmaria da madrugada gera textos excelentes.
Obrigado pela leitura.

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 30/06/2012 14:24  Atualizado: 30/06/2012 14:24
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Visões de um precipício inacabado
Faço minhas as palavras do Poeta aquazulis crendo que ele não levará a mal.

Desde o começo que aprecio a tua poesia.

Beijo
da rosafogo

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 30/06/2012 19:58  Atualizado: 30/06/2012 19:58
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4528
 Re: Visões de um precipício inacabado
Ola Runa

UM precipicio que atrai bons momentos de poesia, um precipicio em que te deixas ir feliz envolto na tua poesia diferenciada, haverá sempre um percipicio para ti enquando a tua alma navegar nas palavras

Gostei de te ler poeta

Beijinhos

Enviado por Tópico
RaipoetaLonato2010
Publicado: 01/07/2012 04:40  Atualizado: 01/07/2012 04:40
Colaborador
Usuário desde: 13/03/2010
Localidade: Paulínia-SP
Mensagens: 2674
 Re: Visões de um precipício inacabado
Almas em nuvens e pedras
ouvem os poetas a folha
o pássaro
a flor.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/07/2012 16:30  Atualizado: 01/07/2012 16:30
 Re: Visões de um precipício inacabado
Nunca tiveste anseios de ser poeta,
O que escreves tem uma chama,
Uma Luz quente que aconchega-te
E ao mesmo tempo solta-te,
Rebusca em ti palavras,
Sensações,
Sentimentos...
E mostro ao mundo como tu és...: um grande Poeta!

“Uma pilha de livros ao lado da cama…”

Convencendo-me cada vez mais, que te leio,
De que és um grande Poeta!

Te abraço.
Eu.