https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Insulto

 
Insulto
 
Naquele canto de cidade,
Confusa feito ambição proletária,
Caminhava entre a overdose e um coração partido.

Tinha manchas de sangue na jaqueta.
Seus olhos vermelhos, talvez de sono,
Projetavam cenas de Almodovar
Para deleite de vagabundos que morriam em silêncio.

Seus passos lentos,
Contrapondo-se as máquinas de ponto,
Perdiam-se no movediço asfalto
Feito de gritos e sorrisos amputados.

Seu corpo era uma forma de insulto.
Seus lábios, aromatizados por maconha e sexo descartável,
Cuspiam os últimos versos do apocalipse,
Enquanto cães uivavam nos terreiros católicos.

Mesmo cansada, agredia o vento,
Imprimindo desgosto aos que desconheciam sua existência,
Àqueles que baixavam seus chapéus à sua presença
Subversivamente viva frente a seus óculos falsificados.

De repente, fez-se noite,
E todas as teorias emudeceram.
Arremessada junto à parede,
Atingida por um sonho desgovernado,
Ossos quebrando-se em histérica euforia,
Moléstias esfregando-se em bacanais,
Tocou seu sexo e arremessou, liberta,
Seu suspiro lapidar ao mundo que lhe perdia:
“Vão todos a puta que os pariu!”


Eu sou a vertente mórbida de um anjo bom. A poesia trágica, o constante inconstante, o sopro gélido de uma noite fria. Creio ortodoxamente no que duvido, abrigo extremos, escrevo poemas em meio a balas de canhão. Odeio o lirismo covarde, as frases sem ...

À Charles Bukowski.
 
Autor
roniel.oliveira
 
Texto
Data
Leituras
1099
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Lápis
Publicado: 18/11/2012 20:03  Atualizado: 18/11/2012 20:03
Da casa!
Usuário desde: 27/04/2012
Localidade:
Mensagens: 289
 Re: Insulto
Li todos os outros, adorei o seu estilo, me identifico com se fosse alguém que ainda não conheci, mas sei de pronto que vou gostar muito!
Está entre favoritos!
(Abraços)
Lápis

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 18/11/2012 22:04  Atualizado: 18/11/2012 22:04
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29201
 Re: Insulto
Parabéns poeta por esse belo escrever, lindo

martisns

Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 20/11/2012 11:53  Atualizado: 20/11/2012 11:53
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3397
 Re: Insulto
Há palavras que se movem na noite como pássaros rasantes...

... e eu, pequena, sem saber que essência lhes atribuir - sei que me fica um silêncio, nas notas de saída.


Abraço.