https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Um poema do nada

 
tem
esqueleto
memória
cruzamentos
rotundas
pessoas
sorrisos
estrelas
ondas
sangue
tem ainda mais palavras do que as consigo listar
resta-me a derradeira
o silêncio!

 
Autor
ana.resende
 
Texto
Data
Leituras
683
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 21/11/2012 15:04  Atualizado: 21/11/2012 15:04
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29440
 Re: Um poema do nada
O silênco nos diz tudo, parabnes pelo belo poema

Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 22/11/2012 15:49  Atualizado: 22/11/2012 15:51
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3404
 Re: Um poema do nada
Verdade. O silêncio final diz muito... mas o regresso diz tudo.