https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A toda e qualquer alma sensível

 
Um beijo
[comecemos assim]
Um ramo de acácias
[nivelados por cima]
Uma jarra
[a testa como alvo?]
Uma lareira
[ardem as saudades]
Um naco de carne
[pénis?]
Um papel celofane
[embrulha o coração]
Uma vagina plastificada
[há falta de melhor]

 
Autor
ana.resende
 
Texto
Data
Leituras
560
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.