https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Passarinho prisioneiro

 
Tags:  filhos    pÃo    ave    alçapão  
 
Open in new window


Passarinho prisioneiro

Num galho seco pousa um lindo passarinho
Para os filhinhos vem trazer alimentação
Um vagabundo que passava aí bem pertinho
Mais que depressa vai buscar um alçapão

A avezinha se seduz ao notar mais comida
Tão inocente entra em sua própria prisão
O vagabundo solta uma gargalhada infinda
E para sua casa o leva pobre sem perdão

A pobre ave se lembra dos filhos a soluçar
E na floresta nunca mais volta a cantar
Perdeu pra sempre a família e a liberdade

- Adeus amigos que ainda vivem na floresta
Que juntos na mata cantávamos em festa
E agora preso estou morrendo de saudade.

jmd/Maringá, 29.11.12


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
1652
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
3
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
xaligo
Publicado: 29/11/2012 19:20  Atualizado: 29/11/2012 19:20
Participativo
Usuário desde: 22/03/2011
Localidade:
Mensagens: 49
 Re: Passarinho prisioneiro
Muito bem retratado a realidade, que pena que é real!!

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 29/11/2012 19:22  Atualizado: 29/11/2012 19:22
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16269
 Re: Passarinho prisioneiro
Caro poeta!
Singelo soneto! Simplesmente chorei! Parabéns pelo tema!
Nunca gostei de criar passarinhos, acho uma maldade sem fim!
Obrigada por partilhar! Favoritei!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/11/2012 19:33  Atualizado: 29/11/2012 19:33
 Re: Passarinho prisioneiro
Se todos pensassem desse modo, não haveria tanto tráfico de pássaros silvestres, acho uma pena que isso ocorra, tirar algo tão belo da natureza e por em uma gaiola onde deixa de ser feliz e morre.
Abraços.