https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Flor Dos Sonhos Úmidos

 
Apenas uma única vez, esse é o desejo da flor
Flor da cor de um poema, dos versos sombrios
Das rimas que choram seu jardim sem as rosas
Do perfume sem alcance, a quem lhe é distante
Adormece em seus sonhos, o momento é silêncio
Impulsiva em seu tempo na viagem de sua alma
Infinita no espaço desbravando a face do medo
Segue na certeza do vôo, transcendendo a razão
Pétalas se curvam ao avesso pela força do vento
Crepúsculos em solidão precedem suas noites
Em sonhos orvalhados da madrugada fria
Desenham a direção do seu grito engasgado
Ao resgate furtado da paixão de suas pétalas
No alcance da volúpia insistente do seu gozo
Em que o canto ao jardim incorpora o seu amor.


Murilo Celani Servo

 
Autor
murilocs
Autor
 
Texto
Data
Leituras
713
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
fotograma
Publicado: 30/11/2012 13:47  Atualizado: 30/11/2012 13:47
Colaborador
Usuário desde: 16/10/2012
Localidade:
Mensagens: 1576
 Re: Flor Dos Sonhos Úmidos
poemas de flores murchas, versos úmidos e rimas pasteurizadas

poema não precisa falar de poema, versos ou rimas pra ser poema

Enviado por Tópico
ALINE.LIMA
Publicado: 30/11/2012 14:45  Atualizado: 30/11/2012 14:45
Muito Participativo
Usuário desde: 02/04/2012
Localidade:
Mensagens: 68
 Re: Flor Dos Sonhos Úmidos
Não é para todos a capacidade de enxergar
a beleza da flor do seu poema.
Mesmo assim diante de tanta inspiração ela desabrocha e se faz viva.
Pois a poesia independe da visibilidade , da aceitação ou da compreensão,
para acontecer.
A sua autenticidade está isenta de qualquer tipo de reconhecimento alheio.
A essência da poesia está além de padrões pré-estabelecidos e convicções
arrogantes e absolutas.
Que os seus versos continuem livres e sempre floresçam.
Meus aplausos !

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/12/2012 02:16  Atualizado: 01/12/2012 02:16
 Re: Flor Dos Sonhos Úmidos
Gostei muito...senti este poema....com a mesma certeza do vôo...parabéns....e ignore certas lógicas....o poema vive!!! Grande abraço