https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

silencio por silencio

 
talvez eu pereça essa noite nas rachaduras do tempo escrito no relógio,
nas desavenças de um dia simples,
dispa o triunfo de uma veste que encarna o nu de um silencio

talvez eu seja um lobo infiltrado, à bordo de um dia de chuva,
entrando e saindo dos portões, com pressa de preencher o vazio das horas.

talvez uma desagregadora,
sem batom ou salto alto que alicerce um eu
lotada para um aceno,
na fachada de um prédio que desaba, com uma alma dentro.

talvez eu caia no conforto de meus ais, pedindo paz.
e os dias sejam soprados pelo calor de uma saudade
torne-me um gesto, agasalhe teu sorriso,
e o peso dele em minha boca.
dispa silencio por silencio, invadindo as calçadas.

e tão urgente como o ar, me apaixone por você.
arremessando-me contra as linhas,
farta das palavras...



Vania Lopez


Devo confessar que sou o contrário, meus passos seguem em contrário.
Sou uma pessoa inquieta, vou onde meu vento me leva. Artista Plástica e escritora, as vezes sem saber se pintoraqueescreve ou escritoraquepinta...
Procuro por algo, mas a intenção n...

 
Autor
Vania Lopez
 
Texto
Data
Leituras
2262
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
40 pontos
22
1
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 06/03/2013 01:11  Atualizado: 06/03/2013 01:11
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9285
 Re: silencio por silencio
Boa noite vania, sua personagem repleta de incertezas, não pode eximir-se de sua existência, haja vista que nem o vácuo pode resguarda-la de sua matéria, seja ela orgânica ou abstrata,
Então diante de suas indefinições, as convergências forças que a circundam vão direcioná-la naquilo que lhe seja mais apropriado, parabéns pelo seu instigante poema, um grande abraço, MJ.


Enviado por Tópico
RaipoetaLonato2010
Publicado: 06/03/2013 14:55  Atualizado: 06/03/2013 14:55
Colaborador
Usuário desde: 13/03/2010
Localidade: Paulínia-SP
Mensagens: 2667
 Re: silencio por silencio
'talvez uma desagregadora,
sem batom ou salto alto que alicerce um eu
lotada para um aceno,
na fachada de um prédio que desaba, com uma alma dentro.'

A poesia de Vânia,perpassa a as margens dos rios; leva as folhas secas,os cadáveres de flores e árvores.A densidade dos versos, arrasta na escuridão, os fantasmas sequiosos de beleza e amores.


Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 06/03/2013 17:28  Atualizado: 06/03/2013 17:28
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: silencio por silencio
Sem dúvida que a tua poesia nos deixa amarrados
como sendo um sortilégio.
Leio-te com prazer.

Bjinho carinhoso.


Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 06/03/2013 22:18  Atualizado: 06/03/2013 22:18
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: silencio por silencio
Escreves de modo desconcertante!
Infinitas partículas que mexem
com a cabeça e sensações da gente.
Bj


***Ah, aproveito para dar os parabéns
pelo teu aniversário!Que tudo de
bom e belo te ocorra!***


Enviado por Tópico
outonal_idade(s)
Publicado: 07/03/2013 22:23  Atualizado: 07/03/2013 22:23
Luso de Ouro
Usuário desde: 31/12/2012
Localidade:
Mensagens: 739
 Re: silencio por silencio
Por aqui há sempre magia nesta criatividade única. Um prazer a leitura desta arquitetura cuidadosa das palavras.

Parabéns

maria


Enviado por Tópico
sommerville
Publicado: 07/03/2013 23:07  Atualizado: 07/03/2013 23:07
Colaborador
Usuário desde: 21/08/2011
Localidade: Porto, Portugal
Mensagens: 1004
 Re: silencio por silencio
A verdade é que este "silêncio por silêncio" extravaza ritmo, música, pulsa fortemente!Como tal..(desta)vez -assim como em todas as outras- "o peso dele... alinha as palavras a bombordo"...
Parabéns.
Bjs


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 09/03/2013 14:00  Atualizado: 09/03/2013 14:00
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: silencio por silencio
querida amiga
considerando este poema meu
(a partir do momento em que o senti e nele me inspirei...)
deixo-te não só a minha admiração inequívoca como grande
poetas que és, como este modesto poema, inspirado neste...
http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=243202
Beijinhos,
Vf


Enviado por Tópico
andrealbuquerque
Publicado: 09/03/2013 23:33  Atualizado: 09/03/2013 23:33
Da casa!
Usuário desde: 18/12/2011
Localidade: Brasil
Mensagens: 326
 Re: silencio por silencio
...e perdendo-se a cabeça, encontra-se o sentido( da poesia e um outro tanto da vida).Belíssimo poema,parabéns.


Enviado por Tópico
FalcãoSR
Publicado: 11/03/2013 08:02  Atualizado: 11/03/2013 08:02
Colaborador
Usuário desde: 30/06/2006
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 2785
 Re: silencio por silencio
Vania,


É sempre um prazer renovado ler suas belas obras poéticas.


Beijo


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/03/2013 12:38  Atualizado: 11/03/2013 12:38
 Re: silencio por silencio
Querida Vánia!

No dia do teu 'niver'(tempo escrito no relógio) tua inspiração , sempre cúmplice e prenha de sentimentos, nos oferece este maravilhoso poema que toca a alma da gente... e que canta saudades , belas saudades (feliz quem as têm)...

A estrofe que mais me encantou:


"talvez eu caia no conforto de meus ais, pedindo paz.
e os dias sejam soprados pelo calor de uma saudade
torne-me um gesto, agasalhe teu sorriso,
e o peso dele em minha boca.
dispa silencio por silencio, invadindo as calçadas."


Adorei!!


Bjs,

ALICE


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/03/2013 01:59  Atualizado: 23/03/2013 01:59
 Re: silencio por silencio
Queria ter pincéis e tinta, claro, se soubesse pintar. Seu poema. O esboço. uma mulher voando alto ; tu. Mais não sei dizer além de: Feliz Niver. Bj e aquele abraço bem caRIOca