https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Ventania

 
Ó vento que andas solto
A pensar que a tudo varres
És mesmo cego e louco
Correndo oscilando os mares
Andas de um lado para o outro
Quebrando os galhos e as gralhas
Não ajas com tanto alarido
Nem tudo te sente a passar
Existem movimentos moucos
Em passos de silêncio a dançar
Nas sombras que não vão quebrar



Cristina Pinheiro Moita /Mim/

 
Autor
mim
Autor
 
Texto
Data
Leituras
522
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.