https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Meu Grito

 
Porque tamanha cobrança

A m'alma ainda que criança

Vislumbra mundo diferente

Aquele que não se vê se sente



Sou um ser faminto de afeição

Acalenta-me dor de uma paixão

O meu sofrer para m'alma é prazer

E não a ter, para mim não é assim

Tão ruim



Minhas marcas são tão antigas

Vincadas pelas espadas samurai

E a dor é minha tão doce amiga

Assim como fosse

Uma velha ferida

Que já não dói mais



Meus caminhos são as armadilhas mortais

Pecados consumados marcaram meu destino

Apesar de me sentir como um menino

Eu ouço ecos das antigas recordações

Que tão somente são sinais, mas não explicações



Eu preciso novamente renascer

Neste deserto que me encontro

Apesar não sentir, não quero mais viver

Eu te peço, ouça meu grito

Perceba aquilo que escrevo

Sinta a dor, o meu desespero

Ajude-me a sair deste abismo

“Ouça meu grito!”

Alexandre

 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
471
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.