https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Sonhos inacabados

 
Tags:  amor    poema    felicidade      
 
Viajo para dentro de mim aqui sentado
Por recordações torpes de outros tempos
Distantes memórias de sonhos inacabados
Eras longínquas para lá do céu estrelado

Parto pela escuridão contigo ao meu lado
Entre o frio da noite e o terno calor da "paixão"
Numa busca do que só de mim foi renegado
Avançamos ao som da sempre mesma canção

Sigo pelos trilhos do incerto os teus passos
Envolto em maresia que me encobre do medo
Tenebroso nevoeiro de meu só triste degredo
Suave exílio da certeza vã de teus abraços

Divago na fantasia composta em terraços
Sob o luar descrente da lua nunca ausente
Na escuridão que encobre os meus fracassos
Esse futuro fingido de um passado...


sempre presente


António de Almeida

 
Autor
Antonio de Almeida
 
Texto
Data
Leituras
1410
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 09/02/2008 22:00  Atualizado: 09/02/2008 22:00
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Sonhos inacabados
Parabens.
h@p

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 09/02/2008 22:19  Atualizado: 09/02/2008 22:19
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14977
 Re: Sonhos inacabados p/ Antonio de Almeida
Querido poeta


Viajar para dentro de si
é a maior viagem que podemos
fazer lá encontramos tudo que
o coração tem a dizer...

beijinhos no coração