https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

hárte

 
Tags:  republicação  
 
todo o princípio se entrelaça
nos vinte nós de nossas mãos;
vêm dez pincéis da cor do faça,
pintando sim por sobre os nãos.

então lábios pousam pela pele,
deixando um beijo em revoada:
são dedos que falam as coisas
das bocas que não dizem nada.

as minhas mãos, não vendo nada,
apontam a estrada entreaberta;
os dedos são língua molhada
em cada toque mais alerta.

o corpo em rima se reparte,
boca e pele em verso torto;
mas acontece de haver arte
em cada parte desse corpo.


alguns anos de solidão - blogue

"ah, meu deus do céu, vá ser sério assim no inferno!"
- Tom Zé


 
Autor
Caio
Autor
 
Texto
Data
Leituras
379
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
35 pontos
1
5
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 27/01/2016 14:50  Atualizado: 27/01/2016 14:50
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 15994
 Re: hárte
Parabéns Caio
Bela arte, bem construído! Adorei a leitura!
Beijos!
Janna