https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Versos em brasas

 
Tags:  versos    cartas    rosas vermelhas  
 
Versos em brasas
 
Versos em Brasas
Elen de Moraes Kochman


Devolvo-te agora as cartas que me mandaste.
Belas palavras, que muita emoção me deram.
Tão múltiplas esperanças elas trouxeram
Nas falsas promessas, com as quais tu me enganaste.


Mando-te as rosas vermelhas, secas... Contraste
Entre a paixão e as mentiras que compuseram
Os teus reais sentimentos. Elas fizeram
Diferença em meio às juras... às quais me ataste.


Porém, quero de volta meus dias passados
Em teus braços... fazendo amor, furtivamente...
Os beijos que te dei... e os que foram roubados!


Só não devolvo teus versos... infelizmente!
Pelas ondas, com as areias, foram levados...
Se bem que vivem em brasas na minha mente!


Open in new window

 
Autor
elendemoraes
 
Texto
Data
Leituras
609
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
erro
Publicado: 19/06/2016 16:37  Atualizado: 19/06/2016 16:37
Colaborador
Usuário desde: 04/03/2016
Localidade:
Mensagens: 845
 Re: Versos em brasas
O que foi dado a Ti e o que foi de ti dado, não pode ser tomado,devolvido,resgatado pois a partir do momento que alojou-se dentro do espírito com permissão ou mesmo sem, esse permanecerá eterno e imutável.