https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

RITMO CELERADO

 
Tags:  SONETOS 2005  
 
RITMO CELERADO

Patavina de nada te entendi:
Eu, tu, nós, patati e patatá...
Patada após patada toma-e-dá;
Patuscada tosca entre mim e ti.

Pateta, por falar demais ouvi.
Pateada dada por tudo quanto há...
Petita de mim tanto lá e cá;
Quanto eu clamo de ti aqui e ali.

Pá! Onomatopeia d'estrondo só:
Patatá-ratatá! -- catita até... --
Patá! No pocotó, do pó ao pó.

Pois pataratará de ti de pé
Qual pata que se mata só por dó!
Patavina de nada te ouvi. Pois é...

Betim - 11 11 2005


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
228
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
erro
Publicado: 30/06/2016 22:52  Atualizado: 30/06/2016 22:52
Colaborador
Usuário desde: 04/03/2016
Localidade:
Mensagens: 845
 Re: RITMO CELERADO
Pois é...