https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

INCONSCIENTE

 
Tags:  SONETOS 2016  
 
INCONSCIENTE

Talvez ligasse o rádio a ensurdecer
A voz que vem de dentro e que me diz
Qu'eu, apesar de tudo, sou feliz
Quando deixo, abismado, até de ser.

E esqueço quanto afora possa haver...
Ou me abandono em tudo o que já fiz...
Meu coração decerto é outro país
Aonde ninguém vai sem se perder.

Tomo já por alheias minhas memórias,
Enquanto as revisito nas histórias
Que conto sem saber o que é ficção.

Verdade, tão-somente meus intentos
Na esteira d'estes tantos sentimentos
Que há, sem quê nem p'ra quê, no coração.

Betim - 05 07 2016


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
247
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 06/07/2016 20:42  Atualizado: 06/07/2016 20:42
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2970
 Re: INCONSCIENTE
Muito bom.

destaco:

"Tomo já por alheias minhas memórias,"

sentimentos, memórias, razões, muitas vezes as perdemos e nos tornamos estranhos de nós mesmos.

Abraço
Branca.