https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sem caminhos longos nem saudades de Deus

 
Era assim como quando brincávamos
Às escondidas e sem haver lugar
A Responsos nos lugares cativos, dançávamos
Iluminados e não traídos por um fio de luar

Se a ordem de tempo fosse um relógio de brincar
Andaríamos ainda sem tempo nem qualquer cansaço
E na lonjura do imenso areal, prontos para dançar
Colheríamos a última estrela grávida do espaço

À sorte pela ilógica do tempo incompleto
Sem caminhos longos nem saudades de Deus
Sem dote nem mote numa casa sem teto

Ainda nesse meio tempo intemporal
À sorte pela lógica de um verso que cai inanimado
Como se a noite lhe fosse o colo maternal

ÔNIX
 
Autor
ÔNIX
Autor
 
Texto
Data
Leituras
334
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
1
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
CatyLovely
Publicado: 14/01/2021 11:04  Atualizado: 14/01/2021 11:04
Participativo
Usuário desde: 28/02/2020
Localidade:
Mensagens: 20
 Re: Sem caminhos longos nem saudades de Deus
Deus me deu duas pernas pra poder caminhar.