https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Do Saber De Sêneca*

 
Escolha, da turba, a oposta trajetória
Para o contentamento do seu coração
Pois o contrário é apenas mera imitação
Já que ninguém erra por conta própria.

A virtude te distancia da vil multidão.
Busque o bem maior, fuja do comum.
Entre tantos não seja apenas mais um.
Os vulgos ruins intérpretes sempre são.

Quando pensar no que sua boca disse,
Achando que era sabedor nato de tudo,
Nesta hora inveje o mundo dos mudos
Já que o saber tudo é bem que não existe.

Mantenha-se longe do que pensa a turba.
Entretanto será alvo fácil para seus algozes
Que sabem, agora, o que mais te pertuba.
Assim sendo se tornam muito mais ferozes.

Qualquer maldade resulta em deficiência.
O bem maior e supremo despreza o fútil
E se satisfaz com a virtude e magnificência
Da bondade, que é nossa riqueza mais útil.

As qualidades são o alimento dos deveres
E traz consigo uma dose de alto altruísmo
Sem se deixar cair em nenhum casuísmo.
Tem o prazer quem desprezar os prazeres.

Este é o atalho seguro que te leva ao amor,
O bem maior que rege a manada humana
Rumo ao caminho reto da bem-aventurança.
Despreze seus desejos para diminuir sua dor.


Gyl Ferrys

*Lúcio Aneu Séneca (português europeu) ou Sêneca (português brasileiro) (em latim: Lucius Annaeus Seneca; Corduba, 4 a.C. — Roma, 65) foi um dos mais célebres advogados, escritores e intelectuais do Império Romano. Conhecido também como Séneca (ou Sêneca), o Moço, o Filósofo, ou ainda, o Jovem, sua obra literária e filosófica, tida como modelo do pensador estoico durante o Renascimento, inspirou o desenvolvimento da tragédia na dramaturgia europeia renascentista.
 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
540
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
50 pontos
20
7
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Nininha
Publicado: 21/07/2016 19:39  Atualizado: 21/07/2016 19:39
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2016
Localidade:
Mensagens: 1717
 Re: Do Saber De Sêneca*P/ Gyl
Olá Gyl;
Mais um trabalho impecável!
Parabéns pela inspiração, pela harmonia dos versos, por tudo!
Beijos mil Gil


Enviado por Tópico
GabrielaSal
Publicado: 21/07/2016 20:16  Atualizado: 21/07/2016 20:16
Colaborador
Usuário desde: 19/01/2013
Localidade:
Mensagens: 793
 Re: Do Saber De Sêneca*
Um poema muito bem feito. Um verdadeiro ensinamento.
Um conglomerado de experiências que podem ser usadas
em diversas situações da vida.
Perfeito.

.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`*´ Gabi.♥


Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 21/07/2016 20:55  Atualizado: 21/07/2016 20:55
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1365
 Re: Do Saber De Sêneca*
Amigo Gyl, um tema deveras interessante que gizas de forma esplêndida, engenhosa e hábil.
Obrigada pela generosidade em partilhares o teu saber revelando-nos ensinamentos de outras épocas da humanidade.
Formidável poema!

Abraço oceânico


Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 21/07/2016 20:56  Atualizado: 21/07/2016 20:56
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1365
 Re: Do Saber De Sêneca*
Amigo Gyl, um tema deveras interessante que gizas de forma esplêndida, engenhosa e hábil.
Obrigada pela generosidade em partilhares o teu saber revelando-nos ensinamentos de outras épocas da humanidade.
Formidável poema!

Abraço oceânico


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/07/2016 20:57  Atualizado: 21/07/2016 20:57
 Re: Do Saber De Sêneca*
Um verdadeiro ensinamento, obrigado
Bjs


Enviado por Tópico
Daras
Publicado: 22/07/2016 01:20  Atualizado: 22/07/2016 01:20
Muito Participativo
Usuário desde: 01/07/2016
Localidade:
Mensagens: 85
 Re: Do Saber De Sêneca*
Muito obrigada Gilmar, apreciei ler pois são palavras profundas, ditas com a seriedade de quem não deita palavras à toa ao vento.
Continuarei ponderando e mais outras releituras.
Um abraço, boa noite.


Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 22/07/2016 02:57  Atualizado: 22/07/2016 03:31
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2380
 Re: Do Saber De Sêneca*
Gyl!
Isso mais esta parecendo uma oracao! Que coisa mais bonita! Tudo que voce escreve eh bonito. Estruturado. Sentido. Sou sua fa.

"Nesta hora inveje o mundo dos mudos
Já que o saber tudo é bem que não existe"

Ah Gyl, eu deveria praticar isso dez vezes por dia....

Como sempre, voce me fascina com sua escrita!

Beijos menino querido!

*Mary Fioratti*


PS: Um ps'sinho... quero que saiba que leio sempre todas suas poesias. E as vezes pelo intenso trabalho, nao tenho comentado todas. As vezes venho correndinho no meu horario de almoco. Mas saiba que sempre leio voce!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/07/2016 14:35  Atualizado: 22/07/2016 14:35
 Re: Do Saber De Sêneca*
*Essa capacidade, esse dom de versar magnificamente sobre o Pensamento de alguem que trouxe luz para ttas questoes existenciais, nao é facil nao!
Uau!
Muitos versos em reflexao na minha mente e na minha alma.
Da minha parte...a proximidade com a morte me trouxe uma liçao...meus desejos e vontades, sem prejudicar o próximo, me sao caros e tento realiza-los.
Aplausos! Teu talento me emociona!
Beijoka* azul pra ti...ou lilás rsrsr


Enviado por Tópico
MarySSantos
Publicado: 22/07/2016 14:56  Atualizado: 22/07/2016 14:56
Luso de Ouro
Usuário desde: 06/06/2012
Localidade: Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5282
 Re: Do Saber De Sêneca*
Lição em versos e aprendizado a quem se dispõe a ler tão belo poema. Parabéns, Gyl. Levarei comigo para guardar, porque sábios versos ficarão cada vez mais raros.

beijos, poeta.

Maria


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 24/07/2016 11:16  Atualizado: 24/07/2016 11:16
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4213
 Re: Do Saber De Sêneca*
Bom dia Gyl/Gilmar,

Seu maravilhoso e valoroso poema nos trás, pelo meio de alguma filosofia sobre a vida, a verdade em versos perfeitos, sobre as relações humanas.
De conteúdo irrepreensível o amigo joga aqui toda uma lufada de ar fresco, embora ao mesmo tempo pesado, pelo peso que importa atribuir à verdade. e como eu gosto dessa aí - da verdade.

São 28 versos do mais alto nível de conhecimento a partilhar connosco uma realidade e um atalho para fácil saber ( como o amigo o diz) como alcançar o amor e a paz.

Favorito, como não poderia deixar de o fazer e me rendo encantada pela sua partilha magnifica.
Beijos
Eureka