https://www.poetris.com/
Poemas : 

Casa vazia

 
A minha casa está vazia
Paredes brancas, despidas do que agora não se vê
Outrora duvidas e medos a decorar as salas e os quartos.
A porta, sempre aberta, já não serve o propósito de a ter fechada
Já ninguém entra e sai por ela, seja por mim, ou por alguém
Porque a casa está vazia
Por dentro e por fora, está vazia a minha casa.

Solta-se do tecto uma espécie de humidade de tom azul
Que empurra o ar que toca o corpo que pisa o chão que suporta tudo.
Pela janela, ao fim da tarde, entra uma luz que permeia e aquece o pó no ar
Traz-me, com todo o vagar do mundo, silêncio até à mesa
Onde escrevo, sentado, a noite que há-de vir também sentar-se a meu lado
E tudo se combina num misto de nada e de paz
Dando-me tempo e espaço
Para conhecer a casa que agora está vazia.


Viver é sair para a rua de manhã, aprender a amar e à noite voltar para casa.

 
Autor
silva.d.c
Autor
 
Texto
Data
Leituras
155
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
2
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/05/2017 15:48  Atualizado: 18/05/2017 15:48
 Re: Casa vazia
*Um vazio sentido aqui.
Sinto-me tantas vezes assim...tipo...esvaziada de mim mesma...rsrs
Sensibilidade explícita.
Eu gosto muito de ler!
Abraçoka*