https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Avião de Papel

 
 
Avião de Papel
 
De rompante meu coração aperta forte
Em cada profano olhar terno teu.
Abraças-te, meu amor, em mim a própria sorte,
Querendo agora, no altar, esperar por ti este ateu!

No teu silêncio ouço as mais bonitas palavras.
Escritas num avião de papel cujo porto sou eu.
Abraçando novamente o amor nas minhas letras...
Nascendo, entre ventos e calmarias novo poema meu.


FS

 
Autor
Spranger
Autor
 
Texto
Data
Leituras
76
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.