https://www.poetris.com/
Mensagens -> Amor : 

Essa mulher

 
 
Essa mulher é um presente
Mas não um qualquer
Este é bem assente
Tanto que na hora de o viver, eu nem penso duas vezes sequer
Nem penso duas vezes sequer

Estava sentado num banco de jardim
Já sem esperança de encontrar o amor
Prestes a despedir-me da vida até por fim
Eu descobrir que a vontade de a manusear é maior
Para ser honesto de tal nunca tive tanta certeza
Foi preciso eu tomar conhecimento ao avistar essa beleza
Vou fazer o que já devia ter feito há mais tempo
Dar dois passos à frente e um na retaguarda com algum tento
Se o faço é porque não quero dececionar-me por uma segunda vez
Tu aí, falas que eu tenho medo de arriscar porque não vês
Melhor, não sentes o que é a dor de ser rejeitado
Para sofrimento já basta todo esse de que eu fui vítima no passado
Agora sei que a história é bem diferente
Tenho alguém que não precisou que eu me chegasse à frente
Ao invés, sem pedir chegou por mim
Quem me dera que todos os amores fossem assim
Este planeta de peta seria um mar de rosas

Sei que me vais tirar da escuridão
Vá, mostra-me que me escolheres para teu futuro marido não foi uma eleição em vão
Além do mais, também observas enternecida bem como eu, o lindo nascer do sol
Se o meu coração ainda vê a luz ao fundo do túnel
Então que sejas tu essa luz
Que me guies, que o faças em prol
De mim, de ti, mas nunca de um rol de mentiras

Essa mulher é um presente
Mas não um qualquer
Este é bem assente
Tanto que na hora de o viver, eu nem penso duas vezes sequer
Nem penso duas vezes sequer


Essa mulher é um presente
Mas não um qualquer
Este é bem assente
Tanto que na hora de o viver, eu nem penso duas vezes sequer
Nem penso duas vezes sequer

Juro, fiquei súper contente e ela sabe isso de cor
Por alguma razão disse na minha cara que sou péssimo ator
Não posso disfarçar que a tenho em mente porque sei que logo acabaria descoberto
Até porque neste mundo tudo se descobre
Nem mesmo que essa mulher me fizesse esperto
Decerto ao ponto de eu me encontrar inserido numa classe nobre
A verdade é só uma, sou um pobre de espírito
Não estivesse eu, há anos neste afeto cíclico
Mas estou convencido que agora é que vou ser realizado
Digo isto, não porque ela me fez um pedido
Mas porque carregamos o mesmo fardo
O que ganhava ela em me enganar
Se também pelo que sei já perdeu um alguém em tempos atrás
Agora mais que tudo está livre para amar
Já foi avisada de que eu posso ser muita coisa mas nunca, leva e traz

Sei que me vais tirar da escuridão
Vá, mostra-me que me escolheres para teu futuro marido não foi uma eleição em vão
Além do mais, também observas enternecida bem como eu, o lindo por do sol
Se o meu coração ainda vê a luz ao fundo do túnel
Então que sejas tu essa luz
Que me guies, que o faças em prol
De mim de ti, mas nunca de um rol de mentiras

Essa mulher é um presente
Mas não um qualquer
Este é bem assente
Tanto que na hora de o viver, eu nem penso duas vezes sequer
Nem penso duas vezes sequer

Essa mulher é um presente
Mas não um qualquer
Este é bem assente
Tanto que na hora de o viver, eu nem penso duas vezes sequer
Nem penso duas vezes sequer


 
Autor
joao20
Autor
 
Texto
Data
Leituras
116
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.