https://www.poetris.com/
Sonetos : 

ASSIMETRIAS

 
ASSIMETRIAS

O coração é solo onde germina
apenas a semente nele posta,
dessarte da colheita não desgosta
o que planta empatia por rotina.

Na vida nada perde quem se inclina
ao semelhante quando a dor imposta
não diz respeito a si, mas noutro encosta
pungente qual mordida viperina.

Do pregador do bem é leve o fardo
porquanto ele conserva, felizardo,
em seu comportamento esse dever.

É salutar ao ser humano o senso
de em sua caminhada estar propenso
da forma mais sublime a humano ser...


Jerson Brito

 
Autor
jersonbrito
 
Texto
Data
Leituras
179
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 03/12/2017 22:10  Atualizado: 03/12/2017 22:10
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29228
 Re: ASSIMETRIAS
Belo poema que traduz todo um senso