https://www.poetris.com/
Poemas : 

Sim...

 
Tags:  sim  
 
Enriquecido com a luz do novo olhar
Levantou-se um dia cálido na aurora
E despertou o horizonte e o lugar
Onde enlutados os restos da noite chora.

Foi-se então o ermo e fusco sentimento
Que com ela em parceria nos consome
Assim com o “sim” retorna o fundamento
E na “luz branca” nos renasce o sobrenome.

Que os nós que nos atavam a tantos nãos
Desfeitos hão de ser em todos nós
A liberdade de colher em nossas mãos
Os lamentos que hirtos nos tinham, e sós.

Solidários à esperança ao “sim” selada
Em douradas catedrais de mil perdões,
E a dor, fantasma errante, em pó tornada,
Se transmuta em amor nos corações.

 
Autor
Manito
Autor
 
Texto
Data
Leituras
160
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 16/12/2017 20:40  Atualizado: 16/12/2017 20:40
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 8977
 Re: Sim... Senhor!
Boa noite Manito, teus versos enredam a vida humana e os seus desdobramentos com muita sutileza, parabéns pelo vosso envolvente poema, um abraço, MJ.

Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 17/12/2017 11:49  Atualizado: 17/12/2017 11:49
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 896
 Re: Sim... Senhor!
Gostei muito de seu poema! E muito bonito.

Abraço fraterno.