https://www.poetris.com/
 
Dia internacional da mulher : 

Tributo a Ela...

 
Tags:  mulher    FEMININA    medianeira  
 
Mulher, mulher, mulher!
Teu verbo místico que a beleza alimenta
É diapasão dos tons que ao rouxinol afina
E impregna os astros da aura feminina,
Qual candeia azul em noites de tormenta.
.
Mulher, mulher, mulher!
Condão do tempo que tudo em si refaz,
Da rocha eterna à furtiva gota fugidia,
Medianeira se fez e faz na tez vazia
Do bem que havia e há na via que te traz.
.
Mulher, mulher, mulher!
Similar ao éter, cintila equilibrada,
Cumeeira erigida ou parca guedelha
De muitas ou duma eloqüente centelha
Que a tudo transpassa na cimeira estrelada
.
Mulher, mulher, mulher!
És tudo, ainda que te encontre o nada,
Como nada serei nem saberei onde vou
Se do ventre que gera o ser seu que sou
Abstrair-me de ti, terna senzala e morada.
.
Mulher, mulher, mulher!
Douro e tempero meus obas e ais,
Lustro os metais e enfeito-te o ninho
E com caldas de mel de ternura e carinho,
Nesses versos e rimas venho te ofertar.

 
Autor
Manito
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2089
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 09/03/2018 11:21  Atualizado: 09/03/2018 11:21
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16292
 Re: Tributo a Ela...
Manito
Belíssimo poema! Obrigada pela partilha!
Beijos!
Janna