https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

SOLIDÃO

 


Doce companheira solidão
As noites derradeiras
Posto chama, corpo arde
Meu amor que agora clamo
Foi embora e nada acalma

Sua ausência, amado amante
Fez-se presença ativa errante
Nada sou sem seu carinho
Vazio no peito,
Coração chora baixinho

13/01/2008


Nanci Laurino

 
Autor
Nanci Laurino
 
Texto
Data
Leituras
795
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.