https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sem título(40)

 
No jardim das cerejeiras

Floresce um desejo sonhado

O desejo da viagem sucessiva

Da flor ao fruto

Da pura alvura dos sentimentos

Ao degustar do rubro fruto tentador


Em canduras e indecências várias

Do despudor murmurado nos ouvidos

Até ao explícito dos corpos desnudados

De almas lavadas em flor

No acabar dos corpos suados em mar


E nos lábios o vermelho das cerejas

Partilhadas de lábios nos lábios

Vermelhos de fruta e de lascívia

Ávidos do clímax e da catarse

Sequiosos no antes no durante e no depois

Sempre desejosos d`um novo recomeço

No jardim das cerejeiras

Talvez…


Dionísio Dinis

 
Autor
Dionísio Dinis
 
Texto
Data
Leituras
417
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 21/01/2007 23:58  Atualizado: 21/01/2007 23:58
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14964
 Re: Sem título(40)p/ D.Dinis
Olá poeta, que belo jardim das cerejas!!! Cheio de sentimentos !!! Beijinhos

Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 22/01/2007 00:21  Atualizado: 22/01/2007 00:21
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
 Re: Sem título(40)
Meu caro D.Dinis, o toque sensual da composição é francamente sedutor. Está muito saboroso este texto. De escrita refinada e elegante (o que honra lhe seja feita, é seu apanágio). Gostei.

Valdevinoxis