https://www.poetris.com/
Poemas : 

Batatas no meu botão II

 
 


Aja como se tudo fosse as coisas que elas foram impedidas de ser.
Ela... Já foi
Ela... Onde foi?
Perdei-se, mas
Ainda dói.

A rainha...
Se foi?
Ah!... Então...
Levou o coração.

Ela foi o passado...
Não é o presente...
Mas deve ser o futuro!

Ela era simples,
Cuidava de mim.
Simples assim,
Tomaram de mim.

Até a terra vasta
Sente tua falta:
De suas labutas e
Suas histórias.

Agora seria diferente,
Tudo seria melhor...
Tudo seria feliz;
'não foi' por um triz.

Minha luz,
Me conduz!
[...] Até a liberdade!




Rafael Carneiro


Eu duvido alguém entender a mensagem dessa poesia rs
 
Autor
Rafaelcarma
 
Texto
Data
Leituras
148
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.