https://www.poetris.com/
Poemas : 

Ablução

 

Ah!... A chuva
Lava minh'alma.
Tira a vista turva
E deixa a vida calma.

É quase como sonhar,
É fugir da realidade.
Apenas pensar...
É a felicidade!

Leva tudo que é triste
E me deixa sozinho.
E sozinho eu penso
Em tudo que existe!

A tristeza não insiste,
Sabe que é como o ludo:
Tudo se perde
Quando você desiste.

A chuva bate na janela
E eu ainda na espera...
Na esperança de viver,
Saber que estou lúcido.

Deito a cabeça na parede,
Me envolvo no cobertor.
Sinto um calor,
Calor que não é dela...

Mas a chuva leva isto;
O que ela não leva?
Ela leva a fumaça
Que não estava no pulmão.
Ela leva a cachaça
Que não posso beber.
Ela me faz saber...
Que ainda estou só.


Rafael Carneiro


 
Autor
Rafaelcarma
 
Texto
Data
Leituras
197
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 19/07/2018 20:51  Atualizado: 19/07/2018 20:51
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15132
 Re: Ablução
O título tem tudo a ver com poema proposto. A chuva lava até a alma, caro poeta. Um forte abraço e tudo de bom!