https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Me lembro, minha querida!

 
Open in new window

Me lembro daquele dia
Em que me servias de guia...
O sol bramia nos colmos das palmeiras,
E ao longe se ouvia o canto das cigarras

Meu braço no teu braço
Nossos sorrisos enchiam o espaço,
Onde esvoaçavam beija-flores,
Exibindo suas asas multicolores

Me lembro, lá no alto do monte
Junto a ponte,
Se via um bando de gaivotas
Que alisavam suas gravatas ao vento, pra o norte

Me lembro daquele dia, minha flor!
Teus olhos chispavam de amor
Teus lábios brilhavam de prazer,
Sorrias… era o que mais sabias fazer

Quando o dever do amor apertava tua e minh’alma,
Nossos corações se desfaziam em chamas,
E aqueciam nossos deliciosos desejos,
Que acabavam sempre em molhados beijos

Me lembro, e muito bem, querida!
Quando te deixavas perdida
Pelos encantos do sol-poente,
Aconchegada ao meu peito, olhavas pra mim, sorridente

Me lembro, meu amor!
Por que havia de esquecer esse mês de setembro?!
Onde rosas invadiam os campos
E nos faziam perder de amores atrás do tempo

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
365
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
4
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 31/07/2018 16:38  Atualizado: 31/07/2018 16:38
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15165
Online!
 Re: Me lembro, minha querida!
Aqui impera o romantismo e o lirismo faz eterna morada! Nunca se perde viagem quando por aqui se passa. Um forte abraço, poeta amigo!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/08/2018 02:33  Atualizado: 02/08/2018 02:33
 Re: Me lembro, minha querida!
Linda poesia, que os ventos espalhem por todo o universo.
Abraços, para você poeta Adelino.