https://www.poetris.com/

Poemas de amor

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares da categoria poemas de amor

A minha mãe ╭•💘⊰

 
 A minha mãe  ╭•💘⊰
 
Mãe, as tuas mãos envelhecidas
Têm a maciez das papoilas
Que afagam com tanta beleza
Na poesia que os teus olhos
Me vão dizendo lentamente
Na contemplação do teu sorriso
As tuas mãos colheram com suavidade
O meu amor do tempo de criança
Que semeaste dentro do meu peito
Num tempo de tantos figos
Como tu e eu gostamos
Nos carinhos desenhados por ti
Onde as tuas mãos abrigam flores
Pela ternura da minha alma
Num prado imaginário de saudades
Que nascem todos os dias nas tuas mãos.

As tuas mãos minha mãe
Estão envelhecidas ❤
Mas carregam tanto amor
De toda coragem vivida.

╭•💘⊰
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
 A minha mãe  ╭•💘⊰

A mulher mais linda do mundo [1]

 
A mulher mais linda do mundo  [1]
 
 
Ti observo todos os dias
Meus olhos são somente para você
É meu coração quem ti quer
Você ilumina a minha vida
São palavras de amor expressadas por muito te amar

Você é extrema, em forma de estrela
A mulher mais linda do mundo
De o céu você surgir uma linda mulher toda brilhar
Acordo todos os dias com vontade de te beijar
Nunca querida irei ti esquecer, deixa-me te desejar
Para mim você é tudo

Nossos sentimentos são sentido pelo silêncio de nossas peles
Aqueles sentires sensuais, sensíveis
Com você momentos inesquecíveis
Eu te amo, eu te quero, te venero
Casa comigo, seremos felizes para sempre
Cada hora, cada segundo, instantes notáveis
O nosso amor são sentimentos memoráveis

Autor: martims
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
06/06.2014
 
A mulher mais linda do mundo  [1]

O meu destino é amar-te 💕

 
O meu destino é amar-te 💕
 
Mais uma noite de espera
Pois o meu destino é amar-te
Olho o espelho do nosso quarto
E vejo reflectido o teu rosto

Viajo na amplidão de meus anseios
E ouço a tua voz em devaneios
Fica na minha pele e não só, nos meus desejos
Quero fundir-me contigo

Perder-me nos teus braços e que dure para sempre
Fica com a minha ternura nas tuas mãos
Beija-me com carinho para que seja eterno
Deixa-me amar a tua alma

Quero viver cada momento, cada segundo
Cada minuto com o bater do teu maravilhoso coração
Mais uma noite à tua espera
Pois o meu destino é ser amada

Eu sou a chuva que lança a areia
No deserto do saara
Eu sou a sereia que dança
Destemida e encantada

Sou um barco à deriva sem leme ao Deus-dará
Sou como a luz do amor que não consegue brilhar
Sou a lua que se esconde entre as flores e os ramos
E o jardim fica escuro de repente a sufocar

Perco o rumo da ilusão
E o caminho, é uma fogueira ardente
Abrasadora, inflamada e sorrateira
Sou como um monge que mata a sua sede

Na mais pura água da fonte
Vou procurar o amor e não vou parar
Mesmo que o coração doa
E dos meus olhos derramar uma lágrima

Só quando o coração parar de bater
O pensamento mais nada for
Vou beber a água cristalina da fonte
Como uma sereia no fundo do mar.

🌻💖 🌼

🌻💖 🌼
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
O meu destino é amar-te 💕

Sou doce, suave, sou eu o teu vinho💕

 
Sou doce, suave, sou eu o teu vinho💕
 
Sou doce, suave, sou eu o teu vinho
A tua taça em desejo e tu és o meu labirinto
A voz que arde em mim e me dá asas nas videiras
Por entre o jardim dos abraços onde descansas o corpo

Dormindo de beijadas palavras, chega o amor
E sobra-me o corpo no prazer que nunca acaba
Afagos que nos alimenta neste videira de frutos
Onde eu sou o teu vinho e tu o néctar que eu mais desejo

E sim habituei-me a ver-te com o sol
No jardim dos afectos, giz do sono que chegam
Pelas cores das flores nos parágrafos do tempo
Entre a neve do teu corpo no linho plantado na serra

Saliva de um rio que deseja amar o corpo em loucura
Todos os laços do mar, se hoje estive nos teus braços
Corria pelo linho plantado entre o sonho e o sono
Desejando apenas estar nos teus abraços e nos teus lábios

Regaço de belas rosas, corpos suados entre a seda
Vou colher o trigo como se da tua boca
Me queimasse a dor que sinto e dormir nos teus olhos
Amando-te mais para colher as palavras beijando-as em cristal

Sou eu o teu vinho doce, suave a tua taça em desejo!

Deixa o teu beijo correr
Na minha boca
Como um fio de água
Fresca no meu corpo

🌺 🌻💕

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Sou doce, suave, sou eu o teu vinho💕

Desenhei seu amor em meu coração

 
Desenhei seu amor em meu coração
 
Numa bela noite, que as águas se abrandam com as marés.
Mar de tua boca que brilha com o por do sol
Fusos que vem daquele náutico aflorando a beleza do cais
Decifra nossos dias, sombras vindo das pedras
Refletindo aquele belo azul dos teus olhos
Causando nossos beijos

Segredos em teu olhar, aquela percepção
Perolas que flutuam quando se tocamos
Pétalas vivas que se serenam dos Alpes
Gotículas que pingam em nossos momentos de amor
Que se indagam em nossas almas.

Sentido que se faz silêncio perante tua pele
Nesse seu oceano quero navegar em tuas ondas te amar
Com as tintas dos teus lábios beijado por minha boca.
Desenhei seu amor em meu coração
Desliza pelo teu corpo, os lacto dos prazerosos ensejos
Refletindo a nevoas de nossos desejos

Autor: martisns
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
1.07.2015
 
Desenhei seu amor em meu coração

Se tu soubesses

 
Se tu soubesses

Se tu soubesses meu bem
quanto eu gosto de ti.
Guardei-te no coração
porque uma ternura assim
acho que nunca senti.
Mesmo que o teu ardor
por mim, não seja igual
dá o teu a quem quiseres,
nem por isso eu deixarei
de te querer bem, afinal.
Enraizado no meu âmago
não vale a pena lutar
seria uma luta injusta
fazer-te este pedido
se me pudesses amar!
Seres o Sol da minha vida
seres a Lua feiticeira
ficar nas nuvens pairando
sem medo dos altos voos
ó, poesia fagueira
pois tenho de confessar,
nunca estás longe de mim
dou por ti, suspiros e ais
e noitadas de prazer
só por te amar tanto, assim.
 
Se tu soubesses

A luz dos meus dias ♥

 
A luz dos meus dias ♥
 
A luz dos meus dias são gritos
Tatuados de silêncios
Despidos de sombras inúteis
Agarradas à raiz do xisto em mim
Palavras interditas de incerto sentimento
Temores que acalmam a minha solidão
Palavras transparentes nas páginas desfolhas
Num refúgio meu ou nosso, retalhado em emoções
Caminho feito num chá, deserto da minha alma
No deleite em que os meus gritos são o reflexo de mim
Para morrer no teu corpo, sufocando de amor na tua pele

Tu és a luz dos meus negros dias

💝🌹🌻

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
A luz dos meus dias ♥

Calo-me com as palavras que tento ler-te 💕

 
Calo-me com as palavras que tento ler-te 💕
 
Calo-me com as palavras que tento ler-te
Embebedo-me nas letras que vou escrevendo
E é pelo teu amor que vou ficando louca
Tu roubas-me a lucidez quando a tua boca
Apodera-se dos meus seios já embriagada
Pelas palavras que me turvam os sentidos
Quando escrevo uma prosa de nos dois
E me sinto seduzida deste prazer da escrita
Num corpo desejado o teu de tantos gemidos nossos
Cala-me outra vez que eu preciso
Nesta ébria poética onde me deito contigo
E as tuas caricias são amor caricias que se envolvem
No meu corpo como eu gosto lentamente em paixão
Desatando todos os nós que já demos
Na profundidade sentida e nos perdemos no nosso amor
Dentro desta louca paixão e quando os raios de sol
Que entram pela janela ilumina o quarto
Cobrindo os nossos corpos
Ficamos despojados da nossa timidez
É quando a minha alma abraça ferozmente a tua
No corpo que habita o desejo que sentimos

🌹

👒🌹💕
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Calo-me com as palavras que tento ler-te 💕

Desdobram-se nos núcleos as direções que se asseiam do nosso amor

 
Desdobram-se nos núcleos  as direções que se asseiam do nosso amor
 
Te amo de um jeito louco, paixão que grita dentro de nós
Venha empresta o teu corpo para eu abraça-la com amor
Já não há as mesmas coisas em nossas saudades, sempre mais

Todas as luzes se perdem numa claridade atenua de tua pele
Sentimentos acionam a fogosidade presentes em nós
Instantes se tocamos, nossas almas se deliram quando se amamos

Desdobram-se nos núcleos as direções
Que se asseiam do nosso amor
Os desejos vem das colinas de nossas excitações
Falo coisa em nos teus ouvidos
Gozamos em gemidos

Autor: martisns
José Carlos Ribeiro
06.11.2015

Imagens google

http://s.glbimg.com/et/nv/f/original/2011/02/22/130-07_ok.jpg[/color]

http://www.bolsademulher.com/files/20 ... rtindo-transa-650x350.jpg
 
Desdobram-se nos núcleos  as direções que se asseiam do nosso amor

Quando me olhas assim

 
Quando me olhas assim

Eu sorrio ao ver tanta ternura a espelhar-se
no teu rosto, de olhos amendoados, luminosos
perscrutando o que os meus, meigos, mas vivos
cheios de ardor te respondem sempre ansiosos.

Mergulho neles indo mesmo ao fundo, afogo-me
falta-me o ar o coração bate em grande arritmia.
Uns braços fortes, enlaçam-me, apertam, aspiro
abro os olhos e encontro os teus a boca tremia.

A barba roça e arranha a minha face esbraseada
sinto o despertar e a vontade de te afagar também
as mãos entrelaçam, as bocas unem-se, num nada.

Vivemos aquele momento de amor, sem restrição
sentimos que aquela loucura era um enorme ensejo,
o mundo, éramos só os dois e a nossa grande paixão.
 
Quando me olhas assim

Olhares se cruzam, corpos se abraçam 💕

 
 Olhares se cruzam, corpos se abraçam 💕
 
Olhares se cruzam, corpos se abraçam
Soltam gemidos, lançam sorrisos
Corpos unidos que as escuras se encontram

Deleitam-se num iluminado amanhecer
Turbilhão de emoções dentro da paixão
Letras incendiadas de sublimes momentos

Sonhos vazios que às escuras encontro
Ondulação amálgama nos pensamentos
Jasmim transparente perfumado no quarto

Sublime lençol de cetim à porta do atrevimento
Olhares que se cruzam inebriados de prazer
Corpos que se abraçam num livre sentimento

Luminoso sonho entre as rosas floridas
Solta o pejo nas pétalas levadas pelo vento
Num amor sentido nas palavras não ditas

Ama-se com força nos olhares que se cruzam

Amar é um poema
Ser amado é um verso
Sentir paixão é um soneto
E juntos são poesia

💕💕

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
 Olhares se cruzam, corpos se abraçam 💕

Gritei amor ....Tentei gritar o teu nome. 💕

 
Gritei amor ....Tentei gritar o teu nome.  💕
 
O desejo cresce inseguramente na confusão da carne
Sem palavras, sem gestos com gosto a sangue e a carne
Na sombra e na calada da noite cresce o crepúsculo de um espelho

Na janela do quarto voa uma cortina de seda
Quando a noite destaca-se sente-se a carne que tem o travo
Da saliva, saliva sabe a carne desejada

Não existe o mundo lá fora só os nossos corpos
Genuínos e inalteráveis os gemidos de paixão e amor
Que corre como águas para os rios

Paz exterior das folhas que dormem no silêncio
na hora da posse quando a força de vontade ressuscita
Dentro de nossas almas ilumina-se

Com a luz da palavra despedida cresce tomando tudo
no teu regaço deitados nas noites, à luz das trevas
Gritei amor tentei gritar o teu nome

Para esquecer-me de ti sei lá porquê, não perguntes
Agora ouve, ouve meu amor, o meu fôlego
A chamar-te, a gritar por ti sente meu amor

Sente o meu silêncio a beijar-te não vás que o lume
Acabou de acender para nos devorar no escuro
Onde seremos eternos amantes como a alcateia dos lobos

Que a nosso lado pernoitam meu amor

🌹💕

🌹💕
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Gritei amor ....Tentei gritar o teu nome.  💕

Quero ser a mulher dos teus sonhos 💕

 
Quero ser a mulher dos teus sonhos 💕
 
Hoje desenhei a saudade no papel
E vi que ela tinha olhos
Lá fora faz sol, nesta primavera fresca da nossa vida
E eu, em frente do computador
Tento alinhar umas palavras
Para me libertar por alguns momentos desta inquietação
Enquanto escrevo penso noutras coisas, penso em ti
Quero ser a mulher dos teus sonhos
Aquela que amas e mais admiras
Não quero ser aquela que nunca falha
Que é perfeita aquela que tu, colocas num pedestal
Tu sabes que sou povoada de imperfeições
Não quero ser bajulada, mas sim muito mimada
Quero ser aquela com quem reclamas
E que reclama tantas, tantas vezes contigo
Aquela que erra, mas que sabe pedir-te desculpa
Que contigo adormece
E te aquece quando a cama está fria
Aquela a quem tu preparas tantas vezes com carinho
O pequeno almoço, o café pela manhã
Quero ser aquela que te ama, e a quem tu amas
A que te dá um abraço num dia mau
E a que precisa de um carinho teu
Quero ser a mulher dos teus sonhos
Aquela que amas e mais admiras

"SER MULHER, A TUA"

💘
Leio-te enquanto te escrevo
na pele a palavra amo-te

💕
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Quero ser a mulher dos teus sonhos 💕

Beijos cor de pétalas que se faz nas faces de nossas bocas

 
 Beijos cor de pétalas  que se faz nas faces de nossas bocas
 
Nasce os algo plantado, que se descobrem no depois

Beijo cor de pétalas que se faz nas faces de nossas bocas

A saudade no rio de nossos lábios nos leitos dos seios

Fundem os mantos das flores que passeiam pelas ruas dos jardins de nossos olhos

Terras que se adubam com as lágrimas que os olhos choram

Segundos que se misturam com os minutos

Acontecendo os momentos onde os ponteiros passam

Olhar da noite que vem com os ventos, descendo pelas madrugadas, nos cantáveis amanheceres

Tintas que pintam os vitrais da vida, trazidas as cores pelos pincéis.

Ventos que se sopram, se despedindo do cais.

Ondas atrevidas que se quebram sobre o nosso oceano de amor

Somos viciado um no outro, somos lábios e bocas que se beijam apaixonadamente de maneiras loucas

Autor: martisns
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
10.10.2014

https://www.youtube.com/watch?v=SkHA6Y55kh8&feature=player_embedded
 
 Beijos cor de pétalas  que se faz nas faces de nossas bocas

* Absorvo as tuas palavras de carinhos ღ

 
* Absorvo as tuas palavras de carinhos ღ
 
Absorvo das tuas palavras novos carinhos
Como frutos maduros que colhi ao longo
Dos anos, das minhas mãos calejadas

Enquanto vais fazendo os teus planos
Descerras em mim toda a tua vastidão
Num desapertar dos nossos sentimentos

Toca-me sem toque, desnuda-me forte
Ama-me como devoras as letras que escrevo
Palavras no esplendor em lirismo puro

Em cada dia, segundo, minuto, hora
Instantes que só tu iluminas a minha vida
Nas melodias que vou tatuando de ti em mim.

A vida é curta
E os sonhos também

🌺* ღ ✿

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
* Absorvo as tuas palavras de carinhos ღ

Volúpia em flor 🌺

 
Volúpia em flor 🌺
 
Volúpia em todas as flores que florescem
Entre as cores que a primavera dá
Num sortilégio sentido das palavras

Pétalas que ferem, dilacerando a solidão
Nas folhas de mágico clamor ao vento
Volúpia, encantamento da sentida fome

Abrasadora alegria que ferozmente te trinco
Num mar de brasas, ó meu eterno amor
Leva-me contigo, pois amar-te é o meu destino

Rosas na cama de escondidos lençóis em volúpia
Volúpia em flor de nos, só de nos meu amor
Rosas despidas, pétalas de felicidade em sentimento

A vida só faz sentido
quando estou contigo
╰⊱♥⊱╮🌺

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Volúpia em flor 🌺

Olho-te nos olhos como eu tanto gosto 💕

 
Olho-te nos olhos como eu tanto gosto 💕
 
Olho-te nos olhos como eu tanto gosto
Este meu olhar em ti de todos os dias
Sigo a direção do vento que me leva a ti

Pelo perfume que o teu corpo vai deixando
Aspiro o odor das flores que as tuas mãos
Deixam na minha branca pele, na minha boca

Num beijo dado com carinho nesta noite
Onde estás sempre no sangue da minha mente
Amanheces sempre com um sorriso malandro

Como se eu fosse uma deliciosa fruta madura
Inspiração num deleite poético em liberdade
Em direção à minha caneta povoada de versos

Sentimentos meus em carícias cheias de paixão
Como um vinho que bebemos no elixir da essência
Com sabor a lua num inverno de sorrisos nossos

Noite em que nos perdemos entre beijos ou abraços
Na música que toca sem palavras num simples olhar
Entre virtudes, defeitos, sussurrados dentro de nós.

🌷
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Olho-te nos olhos como eu tanto gosto 💕

Meu amor digo-te esta noite ♥♥

 
 Meu amor digo-te esta noite ♥♥
 
Meu amor digo-te esta noite
Dá-me o teu corpo, a tua alma
Que eu nele escreverei
Com o toque suave dos meus dedos
Sem medos, murmúrios, gemidos
Eu te direi todos os meus segredos
Derramarei na tua pele
O vinho perfumado dos deuses
Dela farei o meu agasalho
A madrugada romperá de delírios
Que a minha poesia
Ficará imortal no teu corpo
Para sempre meu amor
Nesta noite de lua nova.

♥ღ🌼
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
 Meu amor digo-te esta noite ♥♥

Quero perder-me na tua alma 💘

 
Quero perder-me na tua alma  💘
 
Quero perder-me na tua alma
No teu corpo, para que fiques
À deriva nas curvas do meu
Entrar em ti viajar pelo teu olhar
Amar-te mais do que posso amar
Para perder-me em ti entrar no teu mar
Inundar todo teu ser acordar contigo
Dizer-te que tu és tudo em mim
Dar-te o meu corpo perdendo-me
Nos teus braços para viajar só em ti
No meu ventre onde te adentras
Subsistes em fogo, só a tua língua
Pode aliviar a febre do meu corpo
Na saudade que declara do teu
No fogo da tua boca me reinvento
De carne nas tuas mãos

💚❤💘
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Quero perder-me na tua alma  💘

Ando com os pés descalços até te encontrar ♥

 
Ando com os pés descalços até te encontrar ♥
 
Ando com os pés descalços até te encontrar
Sussurro das minhas memórias naufragadas
E sem qualquer censura procuro-te na areia

Tu sabes amor sou um pobre felino sem garras
Que leva vestido na pele um insaciável amor
Onde caio desesperado nos teus quentes braços

E agora falta colocar os meus pés na água do rio
Ou naquele vaso que repousavam as flores
Pétalas perfumadas do meu amor pelo teu ser

Pois toco na areia com palavras das minhas noites
E ganho essa felicidade que tu tanto me dás
Ouvindo a tua voz quando tu dizes que me amas.

╰⊱♥⊱╮╭•⊰ 🌺

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Ando com os pés descalços até te encontrar ♥