https://www.poetris.com/
Sonetos : 

O HIPÉRGRAFO

 
Tags:  SONETOS 2019  
 
O HIPÉRGRAFO

Sim, prolixo talvez fosse impreciso. 
Era antes como alguém cuja mania
Lhe impunha pôr em versos quanto havia,
Pois no afã de poetar de sobreaviso.

De facto, era bem falto de juízo…
De arvorar-se outro príncipe à poesia,
Ele mais escrevia que vivia
Se remirando em folhas vão Narciso.

Sem cuidar se era lido ou compreendido,
Enche as folhas de mal traçadas linhas
Apenas pelo gosto e para o Olvido.

Assim, passando as horas mais sozinhas,
Demonstrava em sua obra sem sentido
O quanto a arte e a loucura são vizinhas.

Betim - 07 02 2019


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
87
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.