https://www.poetris.com/
Poemas : 

DESTROÇAR

 
DESTROÇAR
Nasci para destroçar teias, urdidas de mentiras
com boas intenções, de crenças com avenças,
de religiões com ações nas bolsas
da hipocrisias em pedestais
de pastores governantes e doutores teologais;
estupores vindos da raiz animal do Homem,
um animal Rei dos Animais; um rei vil,
no fim bate tudo certo, são bestiais,
governam e ensinam outros animais,
mas, por que é que eu não estou no redil?

Também sou animal
uma besta; um bestial,
mas que destrói mentiras doutorais,
urdidas com boas intenções,
para boas ações, cotadas em bolsa,
e querem que os ouçam,
e criam recintos sagrados
para receberem dos pecados,
cobrados, cobrados, cobrados,
de ovelhas tosquiadas, tosquiadas,
ou galos depenados, depenados
depenados,
mas ficam felizes os animais, os bestiais!
mas, por que é que estou fora do redil
e conservo minha lã?
......xxx....
Figas de Saint Pierre de Lá-Buraque
Nota: Todos os poemas estão legalmente registados


Figas

 
Autor
Figas
Autor
 
Texto
Data
Leituras
97
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.