https://www.poetris.com/
Poemas : 

a natureza continua de pé mas triste

 
a natureza continua de pé mas triste,
há algo que a faz esmorecer,
mesmo sem ter,
como nós uma memória,
mas que grava todo o mal na sua voz.
ouvimo-la no vento a sussurrar
o silêncio que nos vem dos hospitais,
uma onda de dor a fermentar
um mundo que se quer novo,
não sei se mais...
não sei se menos nos seria bem melhor,
talvez algo menos de ego
um tanto menos de visão,
quiçá fechar os olhos e
ver como se o mundo fosse
algo entre ter o saber e o ser cego...

 
Autor
RoqueSilveira
 
Texto
Data
Leituras
164
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
2
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/04/2020 21:02  Atualizado: 03/04/2020 21:04
 Re: a natureza continua de pé mas triste
tu deves pensar que eu sou uma carraça ou coisa do género! sabes, eu gosto de vestir o fato macaco e participar na vida. o problema é que um gajo chega aqui e a maioria dos textos... shiuuu stop. tu pensas e os teus textos são de facto, para quem gosta destas coisas, teem de facto conteúdo. o saramago falou sobre a cegueira duma forma que provavelmente ninguém falaria melhor. será talvez a maior virtude a alcançar, "algo entre o ter o saber e o ser cego". não é fácil sabes. o conhecimento pode levar uma árvore à desilusão e depois dela muitas coisas podem acontecer a menos que
uma boa noite