https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Da redefinição da luz

 




Divido-me entre ruas de esquecimento e portas
entreabertas ao voo peregrino
de aves tardias. Entre o nada e o nada.

Existe ainda dentro de mim
a verde geografia da palavra
a iludir o pousio das horas?
Ainda existe?

Poderia ser hoje o dia em que o tempo
se suspendesse na memória generosa
de um campo de trigo.

Preciso de um fio de letras, para decifrar o silêncio
de raízes soltas. Talvez a última tentativa
para a redefinição da luz.






 
Autor
maria.ana
Autor
 
Texto
Data
Leituras
370
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.