https://www.poetris.com/
Poemas : 

Sobrevivendo

 
Entusiasmado pela cerveja, numa bodega qualquer
Imaginarás o amor tal a nuvem cinza que ali flutua
Uma fumaça gris de gente tão anônima quão triste
Um espelho humano retratado em sua face animal
Sem nenhum parentesco com a luz, antes agonia

Mas o verdadeiro amor é o que doma a intempérie
O sono e o grito que nascem do avanço do tempo
Doa a corações subjugados o fogo que os aquece
A vida, passo a passo, acaba por escrever por nós
Pois vamos nos reinventado, loucos sobreviventes

O amor tem o gosto salobro que só água de poço
Tem aquele mesmo toque macio da lã da casimira
Com que nos trajamos para sair em dias da chuva
Nos esquivando do ácido dos dias a cada semana
Quando acolhemos fragmentos, recriando o verso

Saiba que os amores também brilham na periferia
Que pétalas de flor, são tão pétalas nos subúrbios
Tal nas coberturas garbosas, plácidas e luminosas
Também se veem detritos agônicos do poema cru
Que aponta a um novo senso a cada sol dos anos

Em um infinito frisson de palavras jamais escritas
Um horizonte sem horizonte transforma o poema
Esse animal solitário de todas as ilusões perdidas
Sublimará tão louca paixão e desejo em cada linha
Causando a nítida sensação que a vida até existe

O poeta passeará a certeza do amor a cada ocaso
Para ir na última madrugada, nos braços da morte


Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.




 
Autor
Mr.Sergius
 
Texto
Data
Leituras
142
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
9 pontos
3
3
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 16/05/2022 16:29  Atualizado: 16/05/2022 16:29
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade:
Mensagens: 2148
 Re: Sobrevivendo
.



O poema é um pouco triste, talvez não saiba definir o estilo. Acho que a pior ignorância é a competição, desejar ser superior. E mais e muito mais burro é aquele que entra para competir. Tudo que não pode ser dado valor é divino.

A felicidade é para todos de bom coração assim como as rosas nascem onde houver boa terra

Abraços!


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 24/05/2022 00:17  Atualizado: 24/05/2022 00:17
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29767
 Re: Sobrevivendo
Uma poesia gritada por uma alma onde rega se os sentimentos por uma dor que vem dos alpes de um coração fragmentado de segmento amoroso a um amargo não muito prazeroso, que chora a alma os insanos sentidos