Poemas -> Reflexão : 

A alma do poeta é um oceano

 
Na vastidão da alma, o poeta ascende, 
Um ser sublime em versos a dançar, 
Em cada verso, um mundo se desvenda, 
A musa o guia no caminho a trilhar. 
 
Com olhos brilhantes, vê além do véu, 
Revela aos homens os segredos mil, 
Em cada sílaba, o fogo do céu, 
Ardente inspiração, divino anil. 
 
A alma do poeta é um oceano, 
Onde naufragam mágoas e lamentos, 
E surgem versos em suave arcano, 
Poesia em chamas, em doces momentos. 
 
Num mundo em que a dor e a tristeza reinam, 
Surge a sublime alma do poeta inspirado, 
Em seu peito, sentimentos se entrelaçam, 
E das palavras, versos são criados. 
 
Em cada verso, um pedaço de seu ser, 
Transcendendo a dor que o mundo quer forçar, 
Com palavras doces, faz o coração doer, 
E nos faz ver o que a vida nos impede enxergar. 
 
Poema: Odair José, Poeta Cacerense

 
Autor
Odairjsilva
 
Texto
Data
Leituras
339
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
42 pontos
2
4
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Keithrichards
Publicado: 02/08/2023 20:30  Atualizado: 02/08/2023 20:30
Membro de honra
Usuário desde: 17/03/2014
Localidade:
Mensagens: 2692
 Re: A alma do poeta é um oceano
Profundas são as palvras, os versos para expressar esses sentimentos tão verdadeiros, que cada poeta por si só sabe representar em seus poemas , apreciei a leitura , grande abraço.