https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Casulo de solidão

 

Quero desfazer-me das vestes do tempo
Quero ultrapassar desaires
Que me envolvem e me prendem em casulos vazios
Sobrevoando planícies e lagos, castelos e fortalezas
Montanhas agrestes e rios

Quero inverter os ponteiros do relógio
Até ao instante em que me tocas, em que te toco
Até à noite em que me abraças e eu te abraço
Em que os nossos pés se movem sobre a areia da praia
E me acolhes em ternura sobre o teu regaço

Recuar no tempo até ao dia em que me olhas de desejo
E eu te invado perdidamente e louca
Então planaria nos tentáculos da história que se faz vida
Seguiria a águia poderosa até ao castelo mais alto
Cicatrizava instintos e presas caçaria
Acompanhava-a em movimentos de sobrevivência
Defenderia com garras o meu território em ousadia

Mas triste realidade!
Fui eleita para amar e não ser amada
Fui feita para compreender e não ser compreendida
Nasci para beijar e não ser beijada
A minha sina faz parte do livro do esquecimento
Parece que nasci simplesmente para sofrer calada!
 
Autor
AnaMariaOliveira
 
Texto
Data
Leituras
615
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
7
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 09/09/2008 23:18  Atualizado: 09/09/2008 23:18
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: Casulo de solidão
Ana Maria,
A reclusão no próprio eu, por força de amor não correspondido.
Belo poema
Beijinhos
Nanda

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 10/09/2008 15:44  Atualizado: 10/09/2008 15:44
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Casulo de solidão
Que belo poema, Ana!
Céus... quantas tristeza e quanta beleza misturada.
Adorei, é só o que me ocorre dizes.
Este é dos tais poemas que nunca nos cansamos de ler.
Um beijo,
Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/09/2008 14:29  Atualizado: 11/09/2008 14:29
 Re: Casulo de solidão
Ana! Fiquei extasiada a ler este lindíssimo poema! Quanta beleza e tristeza nesta doce construção de de pensamentos. Não esteja triste Ana! Um dia, o dia vem!
Beijo azul....Sempre

Enviado por Tópico
Leo Marques
Publicado: 14/09/2008 01:38  Atualizado: 14/09/2008 01:38
Da casa!
Usuário desde: 01/09/2007
Localidade: Évora
Mensagens: 309
 Re: Casulo de solidão
Olá,Ana!Muita beleza em teu texto,amei de paixão!!!
Meu desejo unicamente é que tenha sido,inspiração,mas também sei que poderá ser a realidade de alguém.Beijinhos

Enviado por Tópico
GlóriaSalles
Publicado: 16/09/2008 03:06  Atualizado: 16/09/2008 03:06
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2008
Localidade: Flórida Pta-SP
Mensagens: 2514
 Re: Casulo de solidão
Texto recheado de sentimentos ,tristemente forte e marcante...
Mas lembra querida, que a noite pode durar uma eternidade, mas o amanhecer é inevitavel...
Quero ve-la feliz......

Bjos

Open in new window

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/09/2008 23:48  Atualizado: 16/09/2008 23:50
 Re: Casulo de solidão
"Fui eleita para amar e não ser amada
Fui feita para compreender e não ser compreendida"

Não seja insegura!
Lute para que desapareçam os "nãos" dos versos que citei.

O "não" colide com Ana Maria, uma mulher bonita que não pode viver com uma palavra negativa!

Gostei muito da sua descrição no "Casulo da solidão"

Beijinhos minha Amiga

Enviado por Tópico
Fénix
Publicado: 23/09/2008 18:09  Atualizado: 23/09/2008 18:09
Muito Participativo
Usuário desde: 02/07/2008
Localidade:
Mensagens: 71
 Re: Casulo de solidão
Amiga

Foste eleita para ser uma mulher linda, sensível, bem disposta, excepcional e com uma arte imensa na tua alma e coração...que as tuas mãos nos fazem chegar na forma de tela ou de poema...

Uma grande Chama para ti... Beijos Consciência com toques de esperança