https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

Provação

 
 
Provação
 

Que embaraço é este que me fere o corpo
Que desgraça estava traçada antes do meu nascimento
Infortúnio à espreita por entre nuvens negras
Onde a adversidade é gémea do meu tormento

Que desventura perpassa no meu coração
Que desdita me abafa a voz
Contratempo de um Tempo maior
Um tempo que estagna abandonando-me a sós

Que revés me amarra os membros em prisão sombria
Que vicissitude oprime o peito sem respirar
Malogro de um voo que não se projectou
Poço de frustração em que se perdeu o acto de amar

Desapontamento do espírito que vagueia perdido
Melodia do desengano num ser em surdez
Desilusão num passo de dança sem companheiro
Qual aborto expressão dolorosa da pequenez

Que cilada é esta feita de espinhos
Quem foi que me esqueceu nos confins deste universo gélido?
Tombo e ergo-me infinitamente
Mas a pujança esfuma-se neste mundo pérfido!
 
Autor
AnaMariaOliveira
 
Texto
Data
Leituras
870
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
4
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/12/2011 09:39  Atualizado: 04/12/2011 09:39
 Re: Provação
Clareza!

Cumps

Enviado por Tópico
Felisbela
Publicado: 04/12/2011 13:26  Atualizado: 04/12/2011 13:26
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2011
Localidade:
Mensagens: 2207
 Re: Provação Para AnaMariaOliveira
Tão belo...sem palavras!
Parabéns
Felisbela

Enviado por Tópico
FalcãoSR
Publicado: 08/12/2011 07:05  Atualizado: 08/12/2011 07:05
Colaborador
Usuário desde: 30/06/2006
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 2785
 Re: Provação
Ana Maria,


Fico feliz pelo privilégio de desfrutar de tão prazerosa leitura.


Abraço

Enviado por Tópico
Carlos_Val
Publicado: 30/12/2011 13:34  Atualizado: 30/12/2011 13:34
Da casa!
Usuário desde: 11/03/2011
Localidade: Braga a residir em Gaia
Mensagens: 421
 Re: Provação
amiga Ana, fiquei perplexo com a grandiosidade da sua poesia

bom ano novo

abraço poético

Val