https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Margarida

 
Tags:  mundo    ausência    rancho  
 


Vim a conhecer Margarida
Numa noite de São João
Tornou-se mais que amiga
E destruiu o meu coração

Que donzela tão mimosa
Faz me lembrar duma flor
Esta cabocla caprichosa
Esqueceu do nosso amor

Morena da cor de canela
Nunca mais a esquecerei
A minha vida sem a dela
Pra que serve eu não sei

Com um vestido de chita
Num dia eu a presenteei
Nesta cabocla tão bonita
Para sempre me amarrei

Um dia ela foi-se embora
Deixou meu mundo vazio
Abandonou quem a adora
E para sempre ela partiu

Volta logo e não demora
Para acalmar os meus ais
Eu penso que ela ignora
A falta que ainda me faz


JMD/Maringá, 18.09.08




verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
591
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 19/09/2008 01:36  Atualizado: 19/09/2008 01:36
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Joinville - SC
Mensagens: 3385
 Re: Margarida
João Marino!

A dor do amor que parte é sentida até os confins da alma, deixando rastros de saudade num coração apaixonado!
Apesar de triste muito belo!

Parabéns poeta!

Bjs!

Fhatima

Enviado por Tópico
gil de olive
Publicado: 19/09/2008 15:40  Atualizado: 19/09/2008 15:40
Colaborador
Usuário desde: 03/11/2007
Localidade: Campos do Jordão SP BR
Mensagens: 5046
 Re: Margarida
Bela poesia! Se tiver noticias dela por aqui peço para te procurar.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 19/09/2008 16:03  Atualizado: 19/09/2008 16:03
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Margarida
Gostei deste seu poema. Por coincidência a minha única sobrinha chama-se Margarida
Vóny Ferreira