https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Se a Saudade Falasse

 
Se a saudade falasse
E tu, como as águas de um rio,
Seria eu a represa
Para te reter em mim e me banhar.
Seria leito, seria caminho
Para te levar, para te acompanhar
Seria ar, seria fogo
Oxigénio puro, luz, calor.

Se a saudade falasse
Seria discurso, seria voz
Para a escrita te oferecer
Num simples e terno poema.
Seria essência, seria razão
Pensamento sim, porque não?
Eloquência, primazia
A tua cor, o teu sabor, com certeza...seria.

Se a saudade falasse
Serias sempre tu
Ocupante do meu sentimento,
Nas horas de longe e de lamento
Porque te amo com tudo o que posso
E serei sempre, a todo o tempo,
Os passos firmes de alguém,
Envolto em ti, seriamente, mais ninguém.

01 de Agosto de 2008


© Gonçalo Lobo Pinheiro

 
Autor
glp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2792
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/10/2008 01:56  Atualizado: 25/10/2008 02:01
 Re: Se a Saudade Falasse
Caro poeta! pois se saudade não fala alguém tem que me avisar, pois escuto todo dia ela reclamar dentro do meu coração a saudade que sinto de um amor distante! bjs de paz e luz!

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 25/10/2008 01:58  Atualizado: 25/10/2008 01:58
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: Se a Saudade Falasse
Se a saudade falasse
e eu resignado a esse sintoma,
interiorizaria este teu poema,
pelo conteúdo e pela forma
e simplesmente diria:
-Fantástico, exemplar e simples norma,
para te dizer muito obrigado...

Este teu poema é espectacular!

Um abraço