https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Esculturas de Algodão

 
Por que as nuvens tem tantas formas?
O céu não muda seu formato
É sempre do mesmo tamanho
O tamanho limitado de nossa visão
O que muda são suas cores, seus tons...
Mudam devagar ou rapidamente...
Mudam seus sons
Ouvem-se brisas ou trovões
Sopra o vento ou o furacão
Assim como bate meu coração
Polarizado de tanto emoção
Mas e as nuvens?
Continuam voláteis em suas formas...
Sim, porque o rosa azinzentado
É sempre o mesmo.....
o vento do sul sempre vem de lá....
As nuvens são diferentes.
São fofas e alvas como algodão....
E daqui a pouco podem ser negras
e densas como a angústia....
Angústia que só passa com o desabafo...
Chorar....chorar é uma libertação....
É um desprendimento....
O início de um possível desapego
E assim a nuvem negra chora suas
torrentes de água para tornar-se
novamente uma escultura de algodão.


Faze o que tu queres será o todo da Lei.
Amor é a Lei. Amor sob Vontade.

 
Autor
Ravendra
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1178
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
6
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
jessébarbosadeolivei
Publicado: 28/10/2008 11:19  Atualizado: 28/10/2008 11:19
Da casa!
Usuário desde: 14/09/2008
Localidade: SALVADOR, Bahia ---- BRASIL
Mensagens: 368
 Re: Esculturas de Algodão
POÉTICA DIVAGAÇÃO CONTEMPLATIVA CHEIA DE SENSIBILIDADE E ALAMEDAS PARA A CATARSE
D'ALMA.


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 28/10/2008 11:42  Atualizado: 28/10/2008 11:42
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12125
 Re: Esculturas de Algodão
Bonita escultura de palavras, cheias de reflexão.


Beijos


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/10/2008 13:55  Atualizado: 28/10/2008 13:55
 Re: Esculturas de Algodão
Lindo, reflexivo, bem estruturado em letras e sentimentos o teu poema.Gostei imenso!
Bjins, Betha.