Textos : 

Quotidiano

 
Numa conversa vã de dois adúlteros
Um por ser, outro por gostar,
Surge, do ser boçal á indagação:
- Por que ao casar-se não fora eu o marido?
- Por que fizeste isso a vida então?
A mulher, em sua sutileza célebre,
Fica á pensar resposta, imaginacão:
-Parvo homem, hoje serias Tu o traído,
-E me daria gosto á traição.





Antônio Logrado

 
Autor
Antonio Logrado Caeiro
 
Texto
Data
Leituras
774
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.