https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Inquietações da alma

 
 
<b>Inquietações da alma
Que não suporta o vazio
De um lugar frio...

Que não esquece
Que não quer esquecer
O que em tempos foi riso
Vida
Alegria

E que hoje...
...é apenas uma sombra
Que deambula nos escombros
De uma casa vazia
Tão fria...!

Por isso chora
E lambe o sal
Que lhe escorre da face
Em silêncio...

E prefere sentir
O frio lancinante
Do vazio
Que lhe trespassa o corpo
Com o gume
De uma espada
Afiada
Com que se vai alimentando...

Ao nada
Que a deixasse morrer
De fome
Por nada mais
... sentir!</b>



Open in new window


*... vivo na renovação dos sentidos, junto da antiguidade das lembranças, em frente das emoções...»

Impulsos

coisa pouca

Mais um poema, cuja inspiração, fui buscar aqui...http://baraujo.blogspot.com/2008/11/olhar-versado.html
 
Autor
cleo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1336
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
32 pontos
16
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
jaber
Publicado: 27/11/2008 11:52  Atualizado: 27/11/2008 11:52
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 2802
 Re: Inquietações da alma
"tudo quanto penso
tudo quanto sou
é um deserto imenso
onde nem eu estou"

Como se adequa aqui este verso...

Bjo Cleo

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 27/11/2008 13:23  Atualizado: 27/11/2008 13:23
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4528
 Re: Inquietações da alma
Céus poetisa, triste, muito triste mas soberbo o teu poema Cleo, tu e os teus poemas sombrios são inegualáveis, unicos...são a tua assinatura....

Beijinhos
Tudo de bom para ti amiga

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 27/11/2008 13:46  Atualizado: 27/11/2008 13:46
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12082
 Re: Inquietações da alma
Um poema triste, mas muito belo e poderoso.

Beijos

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 27/11/2008 14:28  Atualizado: 27/11/2008 14:28
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Inquietações da alma
Todos nós somos por vezes essa alma que descreves...
Muito bonito Cleo. Triste mas profundamente belo.

Beijo

Enviado por Tópico
Blackbird
Publicado: 27/11/2008 14:41  Atualizado: 27/11/2008 14:41
Super Participativo
Usuário desde: 11/07/2008
Localidade: Cacem
Mensagens: 144
 Re: Inquietações da alma
sem duvida um texto escrito no gume de uma espada, que aqui trespassa, que trespassou aqui este meu coração...

Enviado por Tópico
Gilberto
Publicado: 27/11/2008 15:39  Atualizado: 27/11/2008 15:39
Colaborador
Usuário desde: 21/04/2007
Localidade: V.Nde GAIA-Porto
Mensagens: 1804
 Re: Inquietações da alma
Triste, mas lindo poema!

Como tão bem descreves, esse vazio que vai na tua alma...

Belo!

Beijinhos

Gilberto

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 27/11/2008 16:22  Atualizado: 27/11/2008 16:22
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Inquietações da alma
A dor mais dilacerante que há (na minha opinião) é precisamente aquela que se agarra à alma.
O seu poema, Cleo, é triste, mas muito bonito.
Beijos
Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/11/2008 16:27  Atualizado: 27/11/2008 16:27
 Re: Inquietações da alma
minha alma anda inquieta, como faca de dois gumes. ótimo poema. bj

Enviado por Tópico
gil de olive
Publicado: 27/11/2008 17:39  Atualizado: 27/11/2008 17:39
Colaborador
Usuário desde: 03/11/2007
Localidade: Campos do Jordão SP BR
Mensagens: 5046
 Re: Inquietações da alma
Uma suavidade para ler!Um dos melhores que vejo aqui!Parabens.

Enviado por Tópico
juvepp
Publicado: 27/11/2008 19:01  Atualizado: 27/11/2008 19:01
Colaborador
Usuário desde: 13/04/2007
Localidade: Machico - Madeira
Mensagens: 547
 Re: Inquietações da alma
Olá Cleo
Poema inquietante que nos faz pensar no antes e no presente desgastado pelas marcas do tempo. Um tempo presente triste e vazio quando o tempo já foi de alegria "Vida" e "Riso". São os tempos de outros tempos e saudade desses tempos.
Uma alegoria do que são os ciclo da vida. Beijinhos

Enviado por Tópico
mim
Publicado: 28/11/2008 19:30  Atualizado: 28/11/2008 19:30
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2858
 Re: Inquietações da alma
Cleo
Gostei muito,esta parte sente-se o frio de tão bela!
"E prefere sentir
O frio lancinante
Do vazio
Que lhe trespassa o corpo
Com o gume
De uma espada
Afiada
Com que se vai alimentando...

Beijos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/11/2008 21:27  Atualizado: 29/11/2008 21:27
 Re: Inquietações da alma
Cleo, olá!

Quando quero ler um lindo poema
socorro-me em teus versos
e por incrível pareça
jamais me decepcionei.

Eis mais um...

Beijos

Ulysses

Enviado por Tópico
quidam
Publicado: 02/12/2008 14:13  Atualizado: 02/12/2008 14:13
Colaborador
Usuário desde: 29/12/2006
Localidade: PORTIMÃO
Mensagens: 1438
 Re: Inquietações da alma
e assim um império poderá estar a chegar ao fim... esse império em que tudo pode acabar «por nada mais sentir»

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/12/2008 17:14  Atualizado: 03/12/2008 17:14
 Re: Inquietações da alma
Senti um frio gélido que me recorreu a alma! Meus Deus Cleo! De uma profundidade que dilacera os sentidos!A tristeza gritante...Senti dor!

Escreves de uma forma sublime.

Beijo azul...Sempre!

Enviado por Tópico
Marco
Publicado: 20/12/2008 21:41  Atualizado: 20/12/2008 21:41
Da casa!
Usuário desde: 18/03/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 229
 Re: Inquietações da alma
Olá Cleo!
Continuo a admirar o teu estilo e a identificar-me com ele. Gosto da tua maneira de escrever porque é muito forte em sentimentos. Este poema é um bom exemplo. Mais uma vez, gostei muito.

Beijo

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 20/12/2008 22:07  Atualizado: 20/12/2008 22:07
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: Inquietações da alma
Cleo,

Mais um forte poema vindo da sua alma criadora. Este postou-o no Luso, no dia do meu aniversário...fica como marco (vou torná-lo favorito).

Beijinho